A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/08/2013 20:27

Acadêmicos denunciam “catracas trancadas” na Uniderp e prometem ações na Justiça

Vinícius Squinelo

Diversos acadêmicos na universidade Anhanguera-Uniderp, campus da avenida Ceará, não conseguiram assistir as aulas nesta sexta-feira (16). Os cartões de acesso dos estudantes foram bloqueados, impedindo a entrada no prédio e gerando revolta dos acadêmicos.

“É muita gente que não conseguiu entrar, e eles ficam mandando a gente de um lugar para o outro para conseguir assistir aula”, denunciou Ana Carla Leal dos Santos, acadêmica do 2º ano de estética.

Segundo Ana Carla, mais de 200 pessoas foram mandadas de um departamento para o outro, tentando ser atendidos por funcionários da universidade. “Eu mesma tenho até processo na Justiça contra a Anhanguera, já que colocaram meu nome indevidamente no SPC”, lamentou.

Acadêmica de engenharia civil, Kadla Brito, 22 anos, foi outra a ser barrada na entrada. “A coordenação não lançou minhas notas do semestre, aí fiquei como aluna 'congelada' e não consigo mais entrar na universidade”, afirmou.

Kadla informou que recebeu um cartão provisório, que deveria valer até hoje, mas que não funcionou. A entrada pelo número do registro acadêmico também não foi liberada.

“É uma situação constrangedora, as pessoas perguntando se eu estou com algum problema, se estou devendo para a universidade”, comentou Kadla.

A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa da universidade, porém sem sucesso.



Mais de 40 professores de EAD (Ensino à Distância) da Universidade Anhanguera Uniderp, em Campo Grande, estão sendo demitidos pela instituição. Com a decisão comunicada, eles reclamam de irregularidades.
Os professores afirmaram ainda que não ganhavam hora extra, além de receberem R$10 a menos por hora/aula.
Segundo um dos profissionais demitidos, muitos alunos ficarão sem nota e cerca de 30% não vão colar grau. “Os alunos já estão desesperados e tudo acarreta um mal estar", pontua o professor.
Ele denúncia também que “a direção da universidade nem justificou a demissão em massa e ainda fez pouco antes das férias, que é um período ruim para procurar emprego”, enfatiza o professor. Substituíram os tutores a distância pelos presenciais pagando menos e desrespeitando as normas do MEC.
 
evando dotti em 11/09/2013 15:46:50
Estudei quatro anos na Anhanguera-Uniderp e nunca fui barrado nas catracas. Os alunos e jornalistas têm de entender que se trava a catraca é um sinal de alerta, devendo documentação, notas ou mensalidades. E se a catraca trava também é uma segurança para os alunos, pois evita que gente má intencionada tente entrar no campus.
 
Antonio Augusto de Moraes em 20/08/2013 09:42:32
Eu sou aluna, fui barrada e não tenho pendencia alguma na faculdade, nem financeira e nem de documentos. Não deram satisfação alguma e os funcionários não estavam nem um pouco interessados a resolver nosso problema. Muita gente estava ali perdendo tempo e aulas importantes por causa de uma desorganização interna, o que na verdade foi um erro no sistema. Vamos ver como fica hoje!
 
Mychelle Sobral em 19/08/2013 09:37:18
Tbm sou acadêmico e nunca tive problema com a catraca, o negocio é deixar tudo certo, documentos, boletos, pelo que perguntei pro pessoal la pq trava, me disseram que é alunos sem matricula, ai sem matricula não consegue mesmo entrar né.
 
João Victor em 19/08/2013 09:15:37
Luis Fernandes - "Se não pagar faculdade não entra". Pelo visto mais uma pessoa que não tem o mínimo conhecimento de seus direitos. Não é bem assim não Luís. A faculdade não pode usar de coação na cobrança de débitos de alunos, e essa atitude da universidade é pura coação, fazendo com que o aluno passe vexame, outra ilegalidade segundo o Código de Defesa do Consumidor.
 
Renata Garcia em 18/08/2013 14:18:35
Etila Guedes, por acaso vc viu a fila do DCA de sexta feira, por causa dessa catraca.. pelo visto não... e o motivo que provocou, procurou saber também não... Pela péssima administração vários cartões de entrada do pessoal do FIES e Prouni estavam bloqueados por constar pendências quem nem eles sabiam explicar o que era... logicamente erro da própria universidade, antes de falar qualquer bobagem verifica a situação... podemos perceber quanto a faculdade está ruim, dias de rematricula vc tem q ficar o dia inteiro e mesmo assim não é garantido o atendimento.
 
Elken Santos em 17/08/2013 19:37:11
Pra sua informação Étila Guedes, de acordo com a LEI, se um aluno está regularmente matriculado, no meio do semestre em curso a Universidade jamais pode barrar a entrada de aluno por motivo de inadimplência de um ou dois meses, muito menos proibi-lo de realizar as provas, bem como negar notas ao mesmo. O que a universidade pode fazer é impedir que o aluno faça a rematrícula para o semestre que vem, mas nunca fazer o que estão fazendo. Total falta de respeito. Dê uma lida na LEI No 9.870, DE 23 DE NOVEMBRO DE 1999 antes de concordar com atitudes indevidas da Uniderp. Até mesmo você poderá precisar de respaldo dessa lei um dia,
 
Renata Garcia em 17/08/2013 16:51:24
Se não pagar a faculdade não entra! É simples!
 
Luis Fernandes em 17/08/2013 13:29:18
ME DESCULPE VIVIANE ARAUJO MAIS, A UNIDERP NÃO É LIXO E OS PROFESSORES PELO MENOS DO MEU CURSO SÃO DE OTIMA QUALIDADE E QUESTÃO DE DINHEIRO AS DUAS TÃO NO MESMO PATAMAR, NÃO A DIFERENÇA,
E O TRAVAMENTO DAS CATRACAS, ESTA TRAVANDO QUEM TEM ALGUMA PENDENCIA DESDE DOCUMENTAÇÃO ATÉ NOTAS POIS ATÉ HOJE NÃO TIVE NEM UM PROBLEMA PARA ENTRAR; E AS CATRACAS EXISTEM PARA PROIBIR A ENTRADA DE PESSOAS QUE NÃO SEJAM ALUNOS PARA NOSSA PROPRIA SEGURANÇA.
 
Étila Guedes em 17/08/2013 11:57:56
Verdade, estudo lá por falta de opção pois a UCDB fica extremamente longe pra mim, mas depois que a Anhanguera assumiu virou bagunça geral! Só interessa $$$$$$
 
Gisele Muniz em 17/08/2013 11:52:01
é por esses e outros motivos que mesmo morando super perto da UNIDERP escolhi a UCDB pois depois que virou ahanguera virou um lixo de universidade os alunos se formam no Crajubar e a universidade só quer saber de tirar dinheiro dos alunos porque ensino nenhum...
 
Viviane Araujo em 16/08/2013 22:44:14
Essa universidade sempre tem esse tipo de problema, e dentre outros, eles conseguem sumir com documentos, demoram para entregar no que diz respeito aos direitos dos acadêmicos, mais a única coisa que funciona nesta "empresa" é a cobrança.
 
Eduardo Semir em 16/08/2013 21:32:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions