ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Ação de combate à fome vai doar 100 cestas básicas para famílias no Itamaracá

A entrega das cestas será feita a partir das 14h na Escola Municipal Antonio José Paniago

Por Adriano Fernandes | 23/06/2021 07:37
Entrega das cestas no Projeto Francisco Thiesen, na Capital. (Foto: Divulgação)
Entrega das cestas no Projeto Francisco Thiesen, na Capital. (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (23), famílias carentes atendidas pelo projeto Casa da Solidariedade, no Jardim Itamaracá, receberão doações de cem cestas básicas através de ação humanitária de combate à fome na Capital. A entrega das cestas será feita a partir das 14h na Escola Municipal Antonio José Paniago, que fica na Rua Rômulo Cappi. Entre as famílias beneficiadas estão moradores que não conseguiram pagar o aluguel e estão morando na unidade escolar.

Os alimentos serão doados pela Energisa, que prevê entregar 1,3 mil cestas básicas à famílias das sete regiões urbanas de Campo Grande: Segredo, Prosa, Centro, Bandeira, Anhanduizinho, Lagoa e Imbirussu e do interior de Mato Grosso do Sul. Nesta etapa, 300 famílias de Campo Grande em situação de vulnerabilidade receberão cestas básicas.

Serão 18 toneladas de alimentos que visam reduzir os efeitos causados pela pandemia que, segundo levantamento da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar, estaria fazendo que 19 milhões de brasileiros passem fome no país, especialmente os lares chefiados por mulheres em que 11,1% afirmaram estar passando fome.

A iniciativa faz parte do movimento Energia do Bem, criado pelaempresa para viabilizar ações emergenciais que ajudem a superar a crise humanitária provocada pela Covid-19.Os próprios colaboradores da concessionária, que contribuíram com parte dos recursos para aquisição dos mantimentos. A iniciativa funciona através financiamento coletivo (matchfunding), em que, a cada real que o colaborador doa, a empresa coloca mais um real. Nessa ação, mais de um milhão de reais foram arrecadados em conjunto.

Em paralelo a essa iniciativas, os colaboradores da Energisa Mato Grosso do Sul realizam desde maio a distribuição dos alimentos, que segue até dezembro para famílias de baixa renda e moradores de rua da Capital.  “Temos orgulho em ver como nossos colaboradores são engajados e querem ajudar a nossa comunidade. Com a união dos recursos estamos alcançando famílias dos quatro cantos da Capital”, comentou Marcelo Vinhaes, diretor-presidente da Energisa. O Grupo Energisa vai doar mais de 14 mil cestas nos onze estados onde atua, totalizando 329 toneladas de alimentos.

“Aproveitamos a oportunidade que a empresa nos dá para engajar outros colaboradores e ajudarem aqueles que – neste momento – precisam muito mais do que nós. Estamos empregados, trabalhando e com saúde. A pandemia ampliou o olhar das pessoas para além das suas casas e isso aconteceu com a gente também. É emocionante na distribuição que fazemos, ver a gratidão daqueles que já nem esperavam mais com quem contar. Vale qualquer sacrifício todo nosso empenho”, destaca Renata Gondin, voluntária responsável pelo projeto solidário da Energisa MS.

Energia do Bem -  Em Mato Grosso do Sul, a concessionária doou R$ 300 mil, que foram distribuídos para compra de itens de higiene e limpeza, de alimentos não perecíveis, fabricação de máscaras de proteção individual, e transporte e calibração de ventiladores pulmonares. Entre as ações, destaca-se a produção de 65 mil máscaras, 100% algodão, que foram destinadas aos idosos e indígenas do município de Dourados, e aos indígenas das cidades de Miranda e Aquidauana.

Na segunda quinzena de junho, a concessionária bateu à porta de 99 famílias assistidas pela Associação de Capacitação de Economia Solidária do Povo (ACIESP). No ano passado, essa instituição que atende mulheres vítimas de violência doméstica, produziu em parceria com a concessionária de energia mais de 65 mil máscaras de tecido para asilos e aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul.

Moradores de mais de 20 bairros carentes passaram pela associação para retirarem as cestas. Na última sexta-feira (18), foi a vez da Organização Não Governamental ‘Obras Sociais Francisco Thiesen”, que atende crianças e adolescentes com atividades educacionais no contraturno escolar, receber a doação de 83 cestas de mantimentos.


 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário