ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Acostumados com mudanças, população nem liga para chegada do frio intenso

Grande parte diz que as variações repentinas do clima na Capital não afetam mais a saúde

Por Jhefferson Gamarra | 26/07/2021 15:27
Semana começou com muito calor e termômetros na casa dos 30° C, mas frio deve estacionar a partir de amanhã em todo o Estado (Foto: Marcos Maluf)
Semana começou com muito calor e termômetros na casa dos 30° C, mas frio deve estacionar a partir de amanhã em todo o Estado (Foto: Marcos Maluf)

Após dias ensolarados e secos com umidade relativa do ar semelhante ao clima desértico, o tempo deve mudar a partir de amanhã (27), em Campo Grande. Segundo os meteorologistas, a partir de terça-feira, as temperaturas devem começar a cair, atingindo mínimas de 6°C.

As mudanças repentinas clima, indo do frio intenso para o calorão e vice-versa, favorecem o surgimento de doenças respiratórias como rinite, sinusite, gripe e inflamação na garganta, sintomas semelhantes aos da covid-19, o que requer cuidados redobrados diante da pandemia causada pelo vírus.

Dona Iraci de 77 anos, diz que o corpo já está acostumado com as variações climáticas (Foto: Marcos Maluf)
Dona Iraci de 77 anos, diz que o corpo já está acostumado com as variações climáticas (Foto: Marcos Maluf)

Mesmo diante desses perigos para a saúde, a população campo-grandense garante que está acostumada com a troca de clima repentina e o corpo nem sofre mais com as mudanças.

“É assim mesmo, já estou acostumada. Aqui ou é muito calor ou é muito frio, mais de trinta anos que moro aqui e sempre foi desse jeito, o corpo nem sente tanto porque já acostumou também”, garante a aposentada Araci Dias, 77 anos.

Mudança de clima repentina já não surpreende a população campo-grandense (Foto: Marcos Maluf)
Mudança de clima repentina já não surpreende a população campo-grandense (Foto: Marcos Maluf)

Essa mudança “do nada” na temperatura, saindo dos 31° C e partindo para uma possibilidade de recorde histórico de frio, é difícil de ser levada a sério, mas se tratando da capital sul-mato-grossense pode se esperar de tudo. “Eu mesmo não acredito que aquele frio todo vai voltar na quarta-feira, olha o calorão que tá, mas em Campo Grande é assim mesmo a mudança é muito rápida chega a ser surpreendente. Percebi que ultimamente essas mudanças de tempo de um dia pro outro ficaram mais frequente”, observou Maria Lindalva, 54 anos.

“Uma hora a gente acostuma, uma hora faz um calorão e agora já vem o frio de novo, às vezes a gente sai com casaco e passa calor na rua. Antigamente essas mudanças só serviam pra trazer doenças pra gente, agora a gente nem percebe tanto, mais as crianças que sofrem”, disse a doméstica Maria Rosa, 46 anos.

Tirem as cobertas do armário – De acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de MS) uma onda de frio deve estacionar em Mato Grosso do Sul a partir da noite de terça-feira (27). Entre os dias 27 a 29, as mínimas devem ficar entre 6 e 12ºC em Campo Grande. Além disso, há probabilidade de ocorrência de geada, principalmente na região sudoeste, sul da região pantaneira e sul da região leste.

Cemtec aponta quedas bruscas nas temperaturas em todo o Estado (Imagem: Reprodução)
Cemtec aponta quedas bruscas nas temperaturas em todo o Estado (Imagem: Reprodução)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário