ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Adolescente acusa irmão de estupro e é ameaçada de morte pelo pai

Vítima relatou na delegacia que abusos sempre aconteciam e que seu pai não acreditava quando ela contava

Por Bruna Marques | 09/04/2024 07:06
Caso foi registrado como ameaça e estupro na DEPCA (Foto: Paulo Francis)
Caso foi registrado como ameaça e estupro na DEPCA (Foto: Paulo Francis)

Adolescente de 15 anos registrou boletim de ocorrência contra o irmão, de 31, o acusando de estupro, ocorrido na semana passada, na casa onde mora, no Conjunto Residencial Estrela do Sul, em Campo Grande. A menina contou ao pai sobre os abusos e foi ameaçada de morte pelo homem.

De acordo com o registro policial, a jovem estava dormindo quando acordou com suas roupas íntimas abaixadas e o irmão em cima dela. Para se defender, ela o chutou e correu até a casa de sua prima.

Após relatar para a prima o que havia acontecido, o Conselho Tutelar foi acionado e a adolescente encaminhada até a DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente).

A jovem passou por atendimento psicossocial e contou que não é a primeira vez que é estuprada pelo irmão. Em outras ocasiões, na cidade de Figueirão, quando visitava o suspeito na companhia do pai, o homem agarrou suas pernas e passou a mão em sua vagina, por cima da roupa.

Ainda conforme relato da menina, o suspeito sempre manda mensagens sexuais para ela. Outra vez em que foi abusada, o homem a agarrou por trás, colocou a mão por dentro de sua roupa e passou a apertar seus seios, tentando levá-la para dentro de casa. A jovem correu, se agarrou em uma árvore e gritou por socorro, momento em que o irmão a soltou.

Segundo a adolescente, ela já havia contado ao pai sobre os abusos, mas o homem não tomou nenhuma providência. Ao saber dos fatos, ele não acreditou e falou que ela queria prejudicar o irmão. Na sequência, passou a ameaçá-la dizendo que se contasse alguém ela levaria uma surra e ele a mataria.

O caso foi registrado como estupro e ameaça. Os fatos serão investigados pela Polícia Civil.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias