A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

08/07/2019 11:59

Advogada vira refém durante assalto e suspeito é estelionatário condenado

A vítima teve mãos e pés amarrados e foi deixada em um matagal às margens da MS-040

Clayton Neves
Foto de Celson durante prisão em 203. (Foto: Divulgação PC)Foto de Celson durante prisão em 203. (Foto: Divulgação PC)

Advogada de 53 anos viveu momentos de pavor na tarde de domingo (7), em Campo Grande. Depois de ser rendida por dois homens e ter o carro roubado, a vítima teve mãos e pés amarrados e foi deixada em um matagal às margens da MS-040. Um dos autores, identificado como Celso Maldonado de Freitas, de 36 anos, tem diversas passagens pela polícia e já foi preso por tentar aplicar golpe em um ex-deputado.

À polícia, a advogada contou que, por volta das 16h40, recebeu ligação de Celso dizendo que gostaria de encontrá-la para fazer o acerto de uma dívida que tinha com a vítima. O encontro foi marcado em frente à rodoviária da Capital, no entanto, ao chegar no local, a mulher foi rendida pelo suspeito e por um segundo criminoso.

A advogada foi levada para um matagal na MS-040, onde foi deixada com os pés e mãos amarrados com fita adesiva. Durante a ação, a dupla disse que não faria nada com a vítima e que apenas queria o carro em que ela estava, um Hyundai IX 35 que foi roubado junto com uma bolsa.

Cerca de dez minutos após ser deixada, a mulher conseguiu se soltar e correu até uma chácara, onde pediu socorro para uma família. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Piratininga.

Celso foi preso em 2013, depois de simular a compra da fazenda de um ex-deputado e na época já tinha 36 anos de condenação por diversos crimes.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions