A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/01/2011 09:59

Agentes dizem que greve tem adesão de 60%; prefeito fala em ir à Justiça

Aline Queiroz, Ana Maria Assis e Fernanda França

Categoria, responsável pelo combate à dengue, parou ontem

Agentes em greve reunidos na Associação dos Moradores do bairro Estrela do Sul. Foto: Simão NogueiraAgentes em greve reunidos na Associação dos Moradores do bairro Estrela do Sul. Foto: Simão Nogueira

A adesão à greve dos agentes de saúde e epidemiológicos passa de 60%, segundo o presidente do sindicato que representa a categoria, Amado Cheikh. Dos 900 servidores, 600 aderiram à paralisação, segundo ele.

A paralisação gerou tensão com o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho que, depois de anunciar o corte de ponto, hoje afirmou que pode ir à Justiça contra a categoria.

Os trabalhadores estão reunidos esta manhã na Associação de Moradores do Bairro Danúbio Azul, para avaliar o primeiro dia da manifestação. Cerca de 100 servidores estão no local e muitos reclamam da ameaça do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), de cortar o ponto dos grevistas.

“Quando alguém ameaça cortar o ponto é porque não quer negociar”, destaca o presidente do sindicato.

“O que a gente espera é que o prefeito olhe pela nossa situação. A questão não é só salarial. Existem diversas diferenças de produtividade e, além disso, nós cuidamos da saúde da população enquanto a nossa própria saúde está em jogo. Estamos olhando pela saúde, mas estamos adoencendo” reclama Célia de Jesus Bial da Silva, 36 anos, agente de saúde há três anos.

Com uma lista de assinaturas nas mãos, Amado ressalta que conta com o apoio da população nesta manifestação.

São cerca de 300 nomes com as respectivas profissões das pessoas que integram a lista de apoio à manifestação.

Amado afirma que a lista foi apresentada ao prefeito e que a categoria tenta há um ano a melhoria salarial cobrada nesta manifestação.

Os agentes reivindicam aumento de R$ 700,00 para R$ 2.100,00.

Apunhalado - Em entrevista concedida esta manhã, na inauguração do residencial Ramez Tebet, o prefeito rebateu as críticas. “Me sinto apunhalado pelas costas”, afirma.

Ele diz que conduzia as negociações tranquilamente e que até recebeu um documento assinado pelo presidente da entidade, datado de 31 de dezembro, no qual a categoria se comprometia a não parar as atividades.

Nelsinho enfatiza que a data-base dos servidores é maio, portanto, considera “chantagem barata” a greve, que é feita no período de chuva em que o trabalho dos agentes torna-se ainda mais importante, devido ao risco de proliferação de insetos como o mosquito da dengue.

Ele ressalta que o valor pleiteado não será alcançado porque representa 1,5% do orçamento da prefeitura. “Não tem cabimento”, completa.

O prefeito manteve a ameaça de cortar ponto e tentará, na Justiça, colocar outros servidores no lugar dos grevistas. “Não vou abonar ponto nenhum. Todos os pontos serão cortados e vai para ficha funcional”, destaca o prefeito.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba segue sendo realizada
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Com inspiração japonesa, luzes vão iluminar compras no Centro
Iluminação especial passa a ser adotada, nesta quarta-feira (13), na região central de Campo Grande. Dezesseis estruturas de alumínio, com lâmpadas d...


Que tal abrir seus olhos heim !!!!! senhor prefeito, Boicotar o aumento do seu saário, hummmmmmmmm. Gostou? Eu adoraria.
 
maria augusta oliveira da silva em 06/01/2011 08:35:00
Vejo que está profissão é super complicada, pois eles entram nas casas ficam de sol a sol para cima e para baixo limpando quintal de gente que não ta nem ai. Concerteza devem ser valorizados para uma média de R$1,200 agora de R$ 700,00 para R$ 2,100 muita coisa que estão exigindo...Afinal o único setor que aumenta mesmo e com facilidade é o da POLITICA....e nem de greve precisa ........
 
Carlos Henrique M. C. em 06/01/2011 07:52:28
É muito cômico. Eu sou médico da prefeitura, fiz faculdade pública e com muito esforço por ser de origem humilde, passei em concurso dificílimo prá exercer minha função e faço um mundo de hora extra por que o salario base é ridículo. Agora a turma quer ser de nível médio, fazer-se de vítima social e ganhar um reajuste salarial absurdo - que sai do bolso de quem se esforça mais. Ser pobre é desculpa. Eu ia de chinelo na faculdade nos primeiros meses por falta de sapato, mas lutei e me esforço até hoje. A Europa já está quebrando por excesso de funcionários públicos, Cuba (que é um ovinho de país) já despediu 500.000 e vai despedir mais 500.000 este ano porquê tem mais funcionário publico do que profissionais privados prá pagarem aqueles. É um acinte este negócio e deve ter mais coisa que não sabemos - como por exemplo - o quê exatamente os " agentes de saúde" coletam de informação da vida privada das pessoas para o governo federal??? São na verdade a versão brasileira dos " fiscais de quarteirão" cubanos.
 
Theófilo Gauze em 06/01/2011 07:46:53
Srº prefeito !! acorda!! simplesmente eles querem dignidade de viver melhor , de ter a minima condições de pagar aquele imposto que o sr autorizou aumentar, IPTU , Agua e Esgoto, sem esses aumentos vai atrasar esses tributos, pois eles precisam se alimentar, comprar remedio, protetor solar para poder trabalhar, comprar material escolar para seus filhos com esse ensino maravilhoso que temos nas redes publicas, nao aqueles colegios particulares que estudam os filhos de deputados, senadores, e prefeitos, acorda prefeito eles vão lembrar do sr na proxima campanha !!
 
roberto carlos da silva em 05/01/2011 12:00:47
Olha esse aumento ai que estão reivindicando e um absurdo , tal qual os dos deputados , uma vergonha.
 
juarez delmondes em 05/01/2011 11:54:56
É sempre assim!
Quando o prefeito "inovador" quer sufocar funcionários no seu direito de reinvindicar seus direitos, usa a justiça para intimidá-los.
Não bastasse o abandono da nossa capital, a caricatura do coronelismo ainda reina nesta capital.
Sigam em frente povo da saúde, pois vocês estão remendando uma capital jogada ao lixo.


 
João Luiz Mendes em 05/01/2011 10:57:26
querem ganhar bem pessoal virem politicos, eles só pensam no salários deles.....
 
Alex Correa em 05/01/2011 10:43:36
e isso ai,prefeito.tem que renovar,pois passei no concurso de 2009 e nao fui convocada pro teste fisico,e ja fui excluida do concurso,estou querendo estudar e gostaria do cargo com esse salario,de lugar pra quem quer trabalhar,esses agentes tem que buscar outros cargos que e melhor remunerado,e so estudar,se nao fizeram isso no periodo em que estavam no cargo,so lamento.
 
Denize Neiva em 05/01/2011 09:10:11
Acredito que o Sr. Prefeito Nelson Trand Filho estava de acordo com o aumento que foi consedido a seu PARENTE FABIO TRAD que vergonha....Não havera proximo mandato.!
 
Midilaine Matos em 05/01/2011 09:09:49
Um absurdo é os senhores votarem em deputados tal qual o irmão do senhor nelson trad filho que diz ser impossível vier com 11 mil reais por mês.O que será que ele acha de viver com 700 reais , isso bruto, porque tem descontos?Estamos reivindicando nossos direitos, qualquer um na nossa situação tbm reivindicaria!!!!!
 
Ana Marcia em 05/01/2011 08:59:44
sr.prefeito o senhor não pensa na familia e nos filhos destes coitados? não sei se e pior o que eles ganham ou se foi meu voto no senhor!
 
fernando paiva em 05/01/2011 08:14:28
De R$ 700,00 para 2.100,00? Não esta muito fora do mercado de Campo Grande?
Muitos cargos concursados com nivel superior, não ganha R$ 2.100,00.
Em parte estão certos em reivindicar melhorias...
 
Adilson S. Silva em 05/01/2011 07:01:27
senhor prefeito, ponha-SE NO LUGAR DESSES TRABALHADORES,vai para rua no sol quente p ver o que e bom,trabalhar com a comunidade,nao e facil nao,saber se o morador vai estar de bom humor ou não se vai receber.... no minimo um agente deveria ganhar 900, por quatro horas trabalhada, senhor não acha?
 
patricia mendonça em 05/01/2011 05:22:20
Eu já disse e volto a repetir o Turquinho é pior que o Italiano. o Turquinho é um lobo em pele de cordeiro e quase ninguém vê isso.
 
kleber nogueira em 05/01/2011 04:21:15
Vamos parar com isso?! O Nelsinho não é coitadinho nessa história! Por que será que o primo Siufi e irmão Marquinhos defendem a CPI da Águas (sobre o aumento do esgoto)? Apunhalado tá o povo sofrendo com a falta de transferência de renda... A imagem dele abalou? Uiii, contrariaram o aliado do Rei Puccinelli e do protegido do Correio do Estado! Meu povo, acordemmmmm!!!!!!
 
eduardo triniti em 05/01/2011 04:14:16
Os servidores só querem o que já está previsto em lei e o prefeito não paga,em maio é outro assunto,sr° prefeito não faça comentários mentirosos à população que isso só a revolta e fortalece o movimento, o sr° só fala em saúde durante a greve dos servidores,e durante o ano todo, o que é que o sr° fez por esses coitados?
 
walmir Fernandes em 05/01/2011 04:07:42
Esse aumento pedido é um absurdo!!!! É irreal ....outras categorias de igual importância tentam muito menos a anos e...... nada, se conceder para um ....vira efeito cascata aí só IPTU não basta para bancar esse monte de funcionário público.
 
Juarez de Souza em 05/01/2011 03:40:57
talvez os manifestantes tenha errado em paralizar nesse momento...mas qual a garantia que eles tem que em maio receberao o reajuste que estao pedindo.....pois 700,00 pela importancia que tem o trabalho deles é um absurdo.....na verdade no brasil ha uma diferença muito grande de salarios....todas as profissoes sao importantes....ja imaginou o que seria do rico se tivesse que fazer os serviços domesticos?...ou o que seria se todos tivessem nivel superior....quem iria executar todos os serviços?
 
carlos roberto em 05/01/2011 01:38:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions