A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/01/2013 15:35

Agetran interdita rua onde cratera engoliu carro durante chuva

Gabriel Neris e Viviane Oliveira
Carro ficou totalmente submerso em cratera na rua Panambi Vera, em Campo Grande (Foto: Simão Nogueira)Carro ficou totalmente submerso em cratera na rua Panambi Vera, em Campo Grande (Foto: Simão Nogueira)
Rua ficou parcialmente interditada pela Agetran e atraiu curiosos (Foto: Simão Nogueira)Rua ficou parcialmente interditada pela Agetran e atraiu curiosos (Foto: Simão Nogueira)

Uma cratera foi aberta na avenida General Alberto Carlos Mendonça Lima, em Campo Grande, resultado da chuva que caiu no início da tarde desta quarta-feira (9). O buraco “engoliu” um Fiat Pálio, de cor azul, que ficou totalmente soterrado. A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) interditou o trecho entre a avenida Lúdio Martins Coelho e a rua Nasri Siufi, e calcula que o buraco tenha pelo menos três metros de profundidade e sete metros de largura. A rua fica sobre o Córrego Lagoa.

O carro engolido pela cratera pertence ao eletricista Rodrigo Soares, de 36 anos. Ele contou que mora no bairro Ouro Verde, e se deslocava para casa. O rapaz contou que a avenida foi tomada pela água e não dava para ver praticamente nada.

Segundo Rodrigo, quando ele passava pelo local a parte da frente do Pálio afundou. Ele tentou engatar a marcha ré, mas o veículo não se movia. O motorista percebeu que a rua estava se abrindo e a única coisa que pensou foi em pegar a carteira e sair do veículo.

“Pretendo procurar um advogado e acionar a Prefeitura ou a Águas Guariroba”, comentou. O eletricista afirmou que o veículo não possuía seguro.

O garçom Josiel Doinísio, de 24 anos, mora na esquina da avenida General Alberto Carlos Mendonça Lima onde a rua cedeu. “Chovia muito e estava tudo alagado”, conta. O rapaz relatou momentos antes do desmoronamento, um caminhão passou pelo local e um pequeno buraco teria sido aberto. Ele afirmou ainda que um dos pneus do caminhão estourou quando passava na rua.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Há inúmeras ruas e avenidas em Campo Grande que têm tantos remendos provenientes daquelas inúteis operações fradulentas "tapa buracos", que~de tão ruins para serem trafegadas que é melhor andar em ruas sem asfalto, o certo nesses casos é um recapiamento novo e não operações paleativas.
 
Flavio Gazzaneo em 11/01/2013 17:22:53
Olham só população, nos quatro cantos da cidade, o dinheiro dos impostos cobrados pela administração passada que está indo por água abaixo!!!

Spipe Calarge ( Rádio Clube)
Macro anél rodoviário (BR 163) e agora
General Alberto Carlos Mendonça Lima

ABSURDO!!!
 
Luciano Silgueiros em 09/01/2013 21:26:03
A prefeitura é a responsável pelo dano do carro causado ao rapaz. Os governantes contratam empresas por um preço absurdo(sempre de algum político) e a mesma faz serviços de qualidade "ZERO" e sem garantias. Na Europa e EUA as obras devem durar em média 50 anos, tem garantia durante este prazo e se a obra der estragos a empreiteira paga multa e refaz a obra, se não fizer acarreta a nunca mais participar de licitações e ocorre a prisão dos donos da empreiteira e seus resposáveis. Aqui não dura 1 ano sem danos, não tem garantias e nós que assumimos a conta!
 
Alexandre de Souza em 09/01/2013 20:41:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions