A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/06/2011 09:25

Alunos da escola do Nova Lima pedem reforma urgente

Vanda Escalante
Estudantes permaneceram na frente da escola durante quase toda a manhã desta segunda-feira. (Foto: Simão Nogueira)Estudantes permaneceram na frente da escola durante quase toda a manhã desta segunda-feira. (Foto: Simão Nogueira)

A manhã desta segunda-feira (20) foi de protesto ao invés de aulas para os alunos do ensino médio da Escola Estadual Lino Villachá, no bairro Nova Lima. Com a adesão de alguns pais, a manifestação reuniu cerca de 300 pessoas na frente da escola. O cálculo foi feito pelos policiais militares que, do posto da PM que fica ao lado do colégio, observavam o protesto e a movimentação dos estudantes.

Com muito barulho, caras pintadas, cartazes, narizes de palhaço toda a energia adolescente a que tem direito, os alunos gritavam palavras de ordem pedindo providências sobre o estado da escola.

“Está caindo, caindo mesmo. As janelas não tem vidro, as paredes estão rachadas e tem sala que a lousa só tem metade, o resto está estragado”, relata o estudante Giovani Silva de Almeida, de 16 anos, aluno do 3º ano do Ensino Médio, que ajudou a organizar a manifestação.

“Desde o ano passado a gente reclama e eles dizem que vão reformar. O governador mesmo esteve aqui e prometeu, mas até agora nada”, completa o estudante Ângelo Campos Leite, de 16 anos, também do 3º ano.

Para João Batista da Silva, pai de uma aluna, os estudantes estão “mais que certos” em promover o protesto. “Esta escola está numa situação muito grave, é preciso tomar providências. No início das aulas, as crianças estavam sentando no chão por falta de carteiras, e agora está assim. A direção não precisava ter deixado chegar neste ponto. A gente põe os filhos aqui pra estudar, não pra ficar no meio do lixo”, desabafa o pai.

Os ânimos se acalmaram quando o estudante Luiz Henrique da Silva Oliveira, 20 anos, aluno do cursinho no período noturno, saiu da sala do diretor para relatar o que ficou acordado. “O diretor disse que existem três licitações em andamento, somando mais de um milhão de reais, para as reformas. Ficou combinado que na sexta-feira vai ter uma reunião com o colegiado da escola para discutir toda a situação”, disse Luiz.

Direção - O diretor adjunto da escola, identificado como Nelson Gomes, não quis conversar com a reportagem. A Secretaria de Educação ainda não encaminhou as informações solicitadas pelo Campo Grande News a respeito das providências previstas para sanar os problemas da escola Lino Villachá e solicitou questionamento por email.

Vídeo - Luiz Henrique cursou o 3º ano do ensino médio na escola Lino Villachá no ano passado. Ingressou este ano no curso de Biologia da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), mas desistiu da faculdade.

Ele conta que voltou a ser aluno, fazendo cursinho à noite, já que pretende ingressar na faculdade de Direito. Foi ele quem gravou o vídeo postado no You Tube, mostrando as condições da escola, e ajudou os alunos do ensino médio a organizar o protesto.

As imagens mostram uma estrutura em risco, com rachaduras pelas paredes, banheiros em péssimas condições, sem luz e até telhado descoberto.

Escola Lino Villachá terá reforma de R$ 1,3 milhão, informa governo
Em resposta às informações solicitadas por e-mail, a Secretaria de Estado da Educação informou que “a unidade de ensino está no cronograma de investi...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Parabéns Luiz! Nossa sociedade precisa de pessoas como vc e nao de pessoas ignorantes e acomodadas.
 
Nátaly Danniely em 26/06/2011 10:53:47
Renato, pelo o que eu vejo, você não sabe nem o que é cidadania. Você chamou as pessoas de ignorantes e falou que cidadania vem de casa?! Como assim? Hello, estamos no Brasil e não no Japão, e outra, eu estou disposto a buscá-la sim. E é por causa de pessoas como você que a sociedade não evolui, e se quer ofender alguém, faça isso contigo mesmo. As pessoas podem mudar sim, se é do dia para a noite, eu não sei, mas a escola é o principal lugar que faz isso. Peço a todos, que nunca desacreditem no poder que a educação tem, pois ela é o motor da evolução social.
 
Luiz Henrique em 24/06/2011 09:51:39
Renato,pra sua informação foi o próprio Luiz que teve a iniciativa de fazer td isso
e contou com a ajuda do pessoal da minha sala e todos juntos organizamos a manifestação.Nao devemos jugar as pessoas sem antes conhece-las de fato.
 
Nátaly Danniely em 24/06/2011 07:48:13
Luiz, voce quer argumentar e querer falar, que e uma pessoa culta, so me responte uma coisa, quem distroem as escolas, sao os professores ou os alunos, e educacao e cidadania vem de berco, vem de casa, ou voce acha que uma pessoas que sempre viveu entre ignorantes ira mudar do dia para noite. Voce que se aparecer, que da um de bom moco, alguma vez voce fez algo por esta escola, alem disso que com certeza nao foi voce que tewve esta ideia..... ou tem alguem lhe orientando.....att
 
Renato Aparecido em 23/06/2011 05:34:07
Karl Marx dizia: "Os filósofos limitaram-se a interpretar o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo."

Não adianta os funcionários do colégio argumentar que são os próprios alunos que o destroem. Nós alunos temos consciência disso, e queremos mudar. Mas é agora que eu pergunto, eu estudei um ano inteiro lá e não vi nem um projeto, aulas ou qualquer incentivo de conscientização para preservação do colégio, é isso que Karl Marx disse, as pessoas ainda querem justiçar um erro com o outro, querem criticar, mas não propõem soluções, eu gostaria de ver os professores falando essa linguagem, que entrassem na sala e considerassem os alunos como seus filhos, que os ensinassem a respeitar os bens públicos, cidadania. Essas coisas sim fariam a diferença, e consequentemente promoveria um Brasil melhor, pois para isso, temos que pensar globalmente e agir localmente.
 
Luiz Henrique em 23/06/2011 02:10:04
essa escola esta um verdadeiro lixo uma vergonha para nós estudarmos numa escola dessa!!
 
mayara ferreira em 21/06/2011 05:14:43
É fácil para coordenadores da escola reclamarem das condições da mesma. Sou aluna do Lino Villacha desde os meus 7 anos, e digo que aquela escola sempre foi feia!
A verdade é que se desde que fundaram essa escola se seu corpo docente soubesse impor respeito e o principal, que tivesse aula de cidadania com certeza nossa escola nao estaria neste estado tao deprimente.
 
Nátaly Danniley em 21/06/2011 01:31:17
Eu sou aluno do Lino Villachá. Sou do 3º ano do ensino médio. Eu falo pela minha sala: -Nós do 3º, estamos fazendo isso para deixar nossa escola melhor, já estamos terminando nossos estudos para ingressar em uma faculdade, mas, mesmo assim queremos deixar nossa escola em boas qualidades para os alunos que estão matriculados nela e para os jovens que ainda vão estudar nessa escola.
Tenho certeza que nosso trabalho de hoje cedo não foi em vão.
 
Ângelo Campos Leite em 20/06/2011 12:39:56
Não é a primeira vez que falo aqui que a região norte da cidade está abandonada pelo poder publico.
Lamento que a escola tenha chegado a este ponto e que seja necessário uma manifestação desta proporção para que se resolvam as coisas - isto é, se resolver! - e que haja este descontentamento dos alunos e da população.
Sucesso para o povo do Nova Lima nas suas empreitadas.
 
Antônio Marcos Alencar em 20/06/2011 11:23:40
Olha ai Governador!! vamos olhar pela escola e reforma-la.
Dinheiro sabemos que o caixa do governo tem, e bastante.Vamos priorizar o que realmente tem importância!!
 
Renato Rodrigues em 20/06/2011 11:00:00
Sou aluna do Lino Villachá e digo que é uma vergonha para nos os alunos estudarmos em uma escola nestas condições. Temos direito de uma educação de qualidade.
 
Nátaly Danniely em 20/06/2011 10:57:03
Aiiiiiiii galera é isso ai vamos lá caminhando de mãos dadas iremos conseguir a reforma da escola força passou da hora!!!
 
waleska djanira silva oliveira em 20/06/2011 10:50:45
Enquanto as escolas e a educação "caem", o aquario gasta 84 milhões dos cofres públicos. Prioridades sociais nem pensar...
 
carlos alberto em 20/06/2011 10:00:35
É verdade que a Escola Lino Villachá precisa de reforma, más o estado que ela se encontra, foram os próprios alunos que depredaram, já estudei nesta escola, e digo que todos os profissionais que trabalha nela sao competentes, os alunos querem cobrar reforma, seria bom eles pegarem este tempo para ajudar, fazem um multirao e fazem algo mais por ela, e triste ver este tipo de coisa,e facil pegar e criticar, mas isso e Brasil pena que tem muitas pessoas sem cultura..... abracos
 
Renato Aparecido em 20/06/2011 07:19:25
O estado não se preocupa com a educação , eles não investem nesta área só investem em praças e entretenimento. O governo devia se preocupar mais com a gestão e a estrutura das escolas pois só com uma boa estrutura vai ter uma maior desempenho escolar e consequentemente uma maior economia.Parabéns aos alunos que se mobilizaram pois a união faz a força e só assim conseguiremos um país com um indice de educação melhor como quem sabe um dia alcançar uma média melhor no ideb.
 
ludymilla Braz em 20/06/2011 05:59:02
Parabéns aos alunos ! e viva liberdade de opinião e manifestação por uma causa justa e perfeita .
 
Paulo Roberto Marques Pereira em 20/06/2011 04:42:21
legal o que eles fizeram
 
eduardo santos graça em 20/06/2011 03:34:14
CAROS ALUNOS E COMUNIDADE FAÇAM AS CONTAS E VEJAM QUANTOS VOTOS VCS POSSUEM E SE LEMBREM DISSO NA URNA,PRQUE NA DE PEDIR O VOTO ELES SÃO HUMILDES.TEMOS QUE EXIGIR NA ASSEMBLÉIA MELHORES CONDIÇÕES PARA NOSSA CRIANÇAS QUE SERÃO O FUTURO DI QUI PAIIIIIIISSSS.CHEGA
 
luiz carlos em 20/06/2011 03:25:19
Esses mesmos alunos que protestam são os mesmos que distroem.São eles que quebram os vidros,rabiscam paredes,entopem os banheiros,estragam as lousas,as portas e depois vem um pai dizer que os pobres alunos até sentavam no chão por falta de cadeiras,mas se isso ocorreu é porque eles também distruíram as cadeiras.Se a escola está do jeito que está é resultado dos bons alunos que alí estão.De pouco adianta a reforma se não tiverem casciência de preservar, de cuidar como cuidam da própria casa.Esses alunos tem q. fazer a diferença sim e mostrar que são capazes de cuidar do que é de todos.Quero que mostrem a escola alguns meses após a reforma!
Será que vai estar preservada?Vou esperar para ver.Cada um tem aquilo que merece...
 
Dilamar A. Lopes em 20/06/2011 02:07:20
Uma coisa é o predio estar em condições precária, outra e a falta de compromisso dos gestores com os reparos básicos no decorrer do ano.
Existe uma verba que é destinada para reparos básico e quanto a higiene, falta organização de quem comando o ambiente.
 
Aparecida Oliveira em 20/06/2011 01:19:04
Gostei muito da iniciativa do Luiz Henrique em denunciar a situação da escola, afinal nossos filhos devem ter uma estrutura adequada de ensino.
 
Otávio Fernandes em 20/06/2011 01:09:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions