ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Antes de morte, moradores fizeram 4 pedidos por redutor perto de shopping

Por Filipe Prado | 19/11/2013 17:21
Poucos motoristas tem a consciência de dar a preferência para os pedestres (Foto: Pedro Peralta)
Poucos motoristas tem a consciência de dar a preferência para os pedestres (Foto: Pedro Peralta)

Após acidente, que matou Rita da Silva Soares, 67 anos, próximo ao Shopping Campo Grande ontem, os usuários e moradores do local relataram a falta de respeito dos motoristas com os pedestres na região. Até um abaixo-assinado já foi feito para tentar conter a alta velocidade dos veículos na Rua Paulo Coelho Machado.

Os pedestres reclamam da falta de sinalização no local e da falta de respeito dos condutores dos veículos. Simara Rodrigues de Oliveira, 26 anos, relata que é preciso de um semáforo no local. “Os carros descem com muita velocidade por aqui. Nós fazemos sinal com a mão, para eles pararem, mas nem todos respeitam. Eu acho que falta um semáforo aqui”.

Maria Aparecida dos Santos, 54, explica que é difícil atravessar ali. “Eles não nos respeitam, não param para nós passarmos. Temos que ficar esperando o fluxo diminuir ou acabar”, relata.

Para os moradores da região, a rua deveria ter um sinal para os pedestres. “A velocidade é a questão aqui, acontece muitos acidentes aqui, pois poucos respeitam a faixa dos pedestres. Por isso acho que deveriam colocar um semáforo aqui”, comenta o comerciante Edgar Almeida Rezende, 50.

Ele comenta que vários abaixo-assinados já foram feitos pelos moradores da região. “Nós fizemos quatro abaixo-assinados para poder colocar uma semáforo aqui, mas ainda nada aconteceu. As autoridades esperam uma tragédia para depois tomar uma atitude”, conta Edgar.

Nos siga no Google Notícias