A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

09/12/2018 07:57

Anúncio na OLX leva à apreensão de armas e prisão de “vendedor”

Os armamentos estavam guardados na casa de uma assentamento na BR-163, no bairro Chácara das Mansões

Geisy Garnes e Bruna Pasche
Armas foram apreendidas em um assentamento na BR-163 (Foto: Divulgação)Armas foram apreendidas em um assentamento na BR-163 (Foto: Divulgação)

O anúncio sobre a venda de uma arma de uso restrito no site OLX resultou na prisão de um jovem de 25 anos e na apreensão de seis armas, munições, e até um silenciador, na noite deste sábado (8) em Campo Grande. Parte dos armamentos estavam guardados na casa de uma assentamento na BR-163, no bairro Chácara das Mansões.

A informação sobre o anúncio chegou ao conhecimento de equipes do 1º Batalhão da Polícia Militar através do próprio comandante da unidade. Com as investigações, as equipes descobriram que o “vendedor” era Alexandre José Lages da Silva, de 25 anos.

O suspeito foi surpreendido pelos policiais na noite de ontem, em frente a casa em que morava no assentamento. Com ele, os militares encontraram o revólver anunciado do site de vendas, uma arma artesanal calibre .22, e também um silenciador, sem marca ou numeração. Alexandre logo confessou que não possuía o registro e foi preso em flagrante.

Em buscas na casa, foram encontradas ainda uma arma da marca CBC calibre .12, um arma da mesma marca calibre 36 com a numeração raspada, três armas de pressão, calibre 5.5 e 4.5, dez munições calibre 22, três munições .36 e ainda cinco cartuchos deflagrados calibre .12.

Para a polícia, um amigo de Alexandre afirmou que duas as armas de pressão pertenciam a ele e ao irmão e que ambos tinham toda a documentação e nota fiscal de compra das espingardas. Ele ainda confirmou que as outras eram do suspeito, que foi levado para a delegacia por posse e porte ilegal de arma de fogo.

Ao delegado José Roberto de Oliveira Júnior, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, Alexandre contou que herdou as armas do pai, que morreu há cerca de 10 anos, e resolveu vender porque elas não tinham utilidade para ele. Ele explicou ainda que nunca havia usado os armamentos e também por isso também não sabia explicar porque uma delas estava com a numeração raspada.

“Como ele não tinha registro das armas foi preso por posse de ilegal e não teve fiança arbitrada justamente por conta da numeração raspada”, explicou o delegado.

Armas apreendidas na delegacia (Foto: Paulo Francis)Armas apreendidas na delegacia (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions