A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/07/2016 14:08

Após 6 dias da morte de vendedor, comparsa de adolescente segue foragido

Guilherme Henri
Adolescente apreendido cometeu uma série de assaltos antes de roubar e matar vendedor em Anhanduí (Foto: Reprodução)Adolescente apreendido cometeu uma série de assaltos antes de roubar e matar vendedor em Anhanduí (Foto: Reprodução)

Após seis dias da morte do vendedor Adonias dos Santos Faleiro, 26, a polícia ainda procura o segundo envolvido no crime identificado como Magno Medina Rosa, o “Buguinho”, 34.

A informação é do delegado que investiga o caso, Carlos Delano, que revelou que um trabalho investigativo para localizar e prender o suspeito é realizado pelos policiais da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos).

Magno é apontado pela polícia como o piloto da moto, que foi usada em uma série de assaltos a barracas de produtos artesanais, na BR-163, em Anhanduí, no dia 12 deste mês. Na ação, Adonias estava na companhia de sua esposa e dois filhos, em uma das barracas que trabalhava quando foi abordado por um adolescente armado.

Ele não reagiu ao assalto e entregou R$ 200 e seu celular, porém como estava com uma armada apontada na direção de sua cabeça acabou erguendo uma das mãos em sinal de proteção.

Por conta da ação, Adonias foi baleado na mão e tentou fugir, mas o bandido disparou novamente. O tiro o atingiu na nuca e morreu antes que fosse socorrido.

A dupla fugiu, mas horas depois policiais do Batalhão de Choque localizaram e apreenderam o adolescente, além de um outro homem que é suspeito de dar fuga ao menino.

Segundo o delegado Delano, antes de assaltar a barraca em que Adonias trabalhava, o adolescente tinha afirmado em outra, que “quanto mais se mata mais respeito se tem no mundo do crime, pois currículo é morte”.

O caso é investigado como latrocínio pela Derf.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions