A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

10/01/2018 12:07

Após atentado, secretaria quer armar mais 200 guardas civis até abril

Atualmente 100 guardas são armados, o que representa apenas 10% do efetivo.

Mirian Machado
Pretendemos até abril ter 300 guardas armados em Campo Grande, diz secretário de segurança Valério Azambuja (Foto: Mirian Machado)"Pretendemos até abril ter 300 guardas armados em Campo Grande", diz secretário de segurança Valério Azambuja (Foto: Mirian Machado)

A Secretaria Municipal de Segurança Pública pretende, dentro de 60 dias, colocar nas ruas mais 200 guardas civis armados. A informação é do secretário Valério Azambuja, que deu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (10) sobre um guarda municipal que foi atacado durante uma abordagem, levou várias facadas e 130 pontos dos ferimentos.

Atualmente, 100 homens são habilitados para portar armas, o que representa apenas 10% do efetivo da corporação, segundo o secretário. “Com esses 200 guardas armados nas ruas serão de 25% a 30% do efetivo até abril”, afirma.

Uma reunião está marcada às 17h com a Sejusp (Secretária de Estado de Justiça e Segurança Pública) para que seja disponibilizada a capacitação desses guardas.

A decisão foi retomada também diante da situação em que um guarda civil de 34 anos foi esfaqueado nesta madrugada durante uma abordagem. O caso aconteceu na Praça dos Imigrantes.

Ao ser colocado perto da porta da viatura, o rapaz, Vinícius Costa Marques Cardoso, de 18 anos, desferiu os golpes. O guarda se defendeu e o agressor caiu no chão, batendo a cabeça. Socorrido desacordado, o rapaz foi preso pela equipe da viatura e levado para a Santa Casa de Campo Grande.

O guarda, que não teve o nome divulgado, levou mais de 130 pontos, a maioria no rosto. Ambos prestaram depoimento na 1ª Delegacia de Polícia Civil. O agressor está preso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions