A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/05/2015 16:03

Após cinco paradas cardíacas, mulher espera 18 horas por vaga em hospital

Flávia Lima

A dona de casa Celina de Oliveira, 54, ficou cerca de 18 horas na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas do bairro Universitário, aguardando vaga em hospital da Capital. Segundo a família de Celina, ela começou a passar mal na noite deste sábado (23) e foi levada às pressas pelas filhas, até a UPA.

Segundo a mãe da nora de Celina, a chapeira Magda Vilela Ruas, ao chegar na unidade médica, Celina teve uma parada cardíaca e foi reanimada pela equipe do local, porém, como não há respirador automático na UPA, os enfermeiros utilizaram um equipamento mecânico, que exigiu um revezamento da equipe para operar o respirador e garantir que a paciente recebesse oxigênio.

Esta semana, durante cobertura da greve dos médicos da rede municipal, a reportagem do Campo Grande News teve a informação de que nenhuma unidade médica do município dispõe de respiradores automáticos. Durante o período que ficou na UPA, Celina ainda teve outras quatro paradas cardíacas e somente por volta das 15 horas deste domingo (24) conseguiu transferência para a UTI do Hospital Universitário.

Segundo Magda, a dona de casa não sofre de nenhuma doença grave e somente após os exames é que será possível o que causou o mal súbito. Conforme as últimas informações médicas à família, o quadro de Celina é estável, mas inspira cuidados.

Apesar de indignada com a demora na transferência, Magda diz que a família vai aguardar a recuperação de Celina para decidir se tomará alguma providência quanto a demora na transferência.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions