A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/04/2013 14:59

Após diagnóstico errado e 12h de espera em posto, idosa é transferida

Nícholas Vasconcelos e Helton Verão
Idosa é transferida após 12h de espera (Foto: Marcos Ermínio)Idosa é transferida após 12h de espera (Foto: Marcos Ermínio)

A aposentada Sebastiana Galeano, de 64 anos, teve de esperar 12 horas para receber atendimento médico especializado no Centro Regional de Saúde 24 horas do bairro Guanandi, em Campo Grande. Além da espera, ela ainda recebeu diagnóstico errado quando chegou à unidade de saúde. 

A aposentada deu entrada no posto a 1h30 desta segunda-feira (15) reclamando de dores nas costas e até as 8h recebeu atendimento para infecção urinária. Neste período, ela teve dois princípios de infarto e só às 8h, seis horas e 30 minutos depois, um novo médico constatou que se tratava de um problema no coração.

Segundo a família, este profissional solicitou um raio X que apontou que duas veias do coração estavam inchadas. Ele então pediu que fosse feita a transferência de Sebastiana para a Santa Casa, onde receberia atendimento com um cardiologista.

Começou, então, a luta da família para transferir a idosa, que estava acompanhada das filhas e do genro. A funcionária pública Sueli Galeano, 35 anos, e a dona de casa Flávia Galeano, 31 anos, estavam com a mãe na sala de atendimento, mas foram retiradas do local pela direção do posto.

De acordo com as filhas, a informação repassada pelos funcionários é que ela não poderia ter acompanhantes, apesar do Estatuto do Idoso permitir esse beneficio para toda pessoa com mais de 60 anos.

Sebastiana começou a urinar e a vomitar na própria roupa. Como não contava com o auxilio da família e dos funcionários do posto, teve de levantar para buscar um cesto de lixo. “Como pode a própria paciente ter que pegar um cesto para poder vomitar?”, questionou Sueli.

As filhas disseram que foram até o posto do Guanandi porque era o mais próximo da casa dela, no Jardim Leblon, mas que se arrependeram. “Se sabiam que o caso dela era grave, porque não deram prioridade?”, questiona Flávia.

O genro da idosa, Marinho dos Santos, 37 anos, conta que só houve promessa de transferência depois que ele entrou em contato com a imprensa. Ele conta que cogitou levar a idosa para a Santa Casa no carro da família, mas não houve autorização médica. 

De acordo com Marinho, uma secretaria que trabalha para o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, foi até o local para informar a transferência.

Somente às 14h45, depois de 12 horas entre diagnostico errado e espera, Sebastiana foi transferida para Santa Casa.

O Campo Grande News entrou em contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), mas ainda não teve retorno.

Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...


Mas se fosse a mãe, pai, filho(a), irmão(ã) deles teria recebido o atendimento imediato, isso é um desrespeito para com o idoso cade a lei que protege eles? eles acham que nunca vão ser um idoso e que eles são imune a doenças, nos postos e nos hospitais agoro é só residente que atende porque os formados e experientes não ficão la porque a prefeitura paga muito pouco por plantão. Isso tem que acabar senhor prefeito.
 
Elizete Marques em 17/04/2013 21:56:53
meu foi uma semana indo ao médico com dor no braço e estomogo e falarão q era dor muscular ate q uma senama depois um medico viu q ele estava infartando foi para a uti e acabou morrendo 12 dias depois por médicos q não deram atnção necessaria isto foi agora no dia 26 de março e ele morreu no dia 05 de abril, estamos mesmo é nos ultimos dias deste mundo cruel.
 
vanda r. rezende em 15/04/2013 21:19:41
Nossa isso é um absurdooo, como pode nos dias de hj estarmos passando por isso, um desrepeito com uma pessoa doente e com a familia.
 
Miriam Giupatto em 15/04/2013 20:40:33
Isso acontece porque a lei é só para quem desrespeita o funcionario público,quando são eles que não respeitam as pessoas não tem importancia,afinal não tem lei contra eles,chega desses absurdos,qdo há concurso público todos querem fazer,depois trabalhar nada .

 
Lia Alves em 15/04/2013 20:04:42
No meu ponto de vista esses medicos que vem dando diagnostico errado já vem a muito tempo.Não adianta colocar a culpa no Prefeito atual isso já vem dosPrefeitos bem anteriores.Hoje em dia tem muito medico se formando de qualquer jeito sem qualidade alguma.Se formar so para dizer que tem um canudo ou sou Dr(a) não adianta... Só vai sair das faculdade para matar as pessos. Bom para os advogados tem OAB para os medicos poderia ser igual na mini sere do Doutor House colocar um varios medicos de varias especialização ou de uma só especialização e cada um da diagnostico dos paciente que chega para ser atendido a cada erro vai eliminando o futuro candidato medico....Ai sim veremos quem é o medido de verdade....
 
Pafôncio da Fonseca em 15/04/2013 19:36:45
Estou torcendo pela recuperação dessa senhora, espero que tudo dê certo.
Posso imaginar o sofrimento de seus familiares, ainda bem que o genro usou uma arma poderosa, ameaçar chamar a imprensa. Nossa!!! a coisa funciona rapidinho...
Boa sorte pessoal.
 
Neyde de Oliveira em 15/04/2013 16:36:49
Médicos foram contratados pelo Bernal?.que é culpado de tudo! depois um parente perde a cabeça e faz um estrago,ainda vai preso por ter causado tumulto,Baderna ou seja o que for.
 
Lucas da Silva em 15/04/2013 16:31:08
tem de avisar aos médicos dos postos que o sintoma de infarto não é só dor no peito e sim tambem nas costas, abdomem, ombro e até dor na ponta do queixo. acho que vou trabalhar de médico!
 
valdenir nunes em 15/04/2013 16:23:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions