A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/06/2012 09:16

Após ficar 46 dias em coma, vítima de espancamento morre na Santa Casa

Ana Paula Carvalho

Um homem de 37 anos morreu na tarde de ontem na Santa Casa após ficar 46 dias em coma. Ele havia sido espancado no dia 17 de abril.

De acordo com o registro policial, Nivaldo Domingos Correia saiu de casa para trabalhar e não voltou mais. Desesperada, a mulher dele de 36 anos procurou pelo contratante do marido que informou que ele havia trabalhado normalmente naquele dia.

No dia 18 de abril ele recebeu uma ligação da Santa Casa pedindo que ela fosse ao hospital reconhecer um corpo. Ao constatar que não era de Nivaldo, ela foi informada que havia outro homem internado com as mesmas características dele.

Após reconhecer o marido, ela foi informada que ele havia sido encontrado por moradores inconsciente e com sinais de espancamento na vila Nhá-Nhá. Ele foi encaminhado ao hospital pelo Corpo de Bombeiro, onde permaneceu em coma.

Nivaldo morreu ontem por volta das 14h30 em decorrência de um traumatismo craniano encefálico. O caso foi registrado como morte a esclarecer.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


VANDALISMO isso que fazem com pessoas trabalhadoras , é uma puta falta de respeito , deviam prender esses marginais que não tem respeito às pessoas e à sociedade , DIGA BASTA !
 
Everton Delgado em 04/06/2012 10:01:10
Se é um trabalhador, fico comovido, com o ocorrido, infelizmente não estão respeitando mais nem um pai de família que sai do seu trabalho no intuito de encontrar sua família e o seu descanso sagrado e merecido, infelizmente é a violencia da nossa querida capital sul-matogrossense.
 
Paulo Cesar em 04/06/2012 05:44:37
Quem fez isso com o meu tio , vai pagar muito caro !
 
Daniela Stéfanny em 04/06/2012 01:35:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions