ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Após incêndio, moradores do Mandela sofrem com barracos alagados pela chuva

Chuvas fortes estão atingindo Campo Grande desde o último domingo e 117 barracos foram afetados

Por Ana Paula Chuva e Alison Silva | 05/12/2023 16:25
Moradora usa balde e pano para retirar a água que entrou no barraco durante a chuva (Foto: Juliano Almeida)
Moradora usa balde e pano para retirar a água que entrou no barraco durante a chuva (Foto: Juliano Almeida)

Quase 20 dias após o incêndio que atingiu os barracos na Favela do Mandela, em Campo Grande, os moradores agora sofrem com as moradias alagadas por conta das fortes chuvas que vêm atingindo a Capital desde o último domingo (3). Na manhã desta segunda-feira (5) foram liberados R$ 9 milhões em emendas para construção de casas para as famílias afetadas pelo fogo.

Ao Campo Grande News, a dona de casa Luana Espindola, 37 anos, explicou que já mudou o barraco de lugar quatro vezes por conta da água da chuva que aumenta o buraco do barranco que dá acesso ao córrego. A mulher mora no local há 5 anos e agora está com a casa totalmente alagada.

“Na hora da chuva queimou minha televisão porque pingou água dentro do barraco. Já mudei ele de lugar quatro vezes porque conforme chove aumenta o buraco do córrego, tá no corredor já. Não acho que a gente mude este ano. Estamos aqui porque precisamos, não porque queremos”, pontuou a dona de casa.

Já a líder da comunidade Greicielly Nayara Ferreira agradeceu as doações que a comunidade tem recebido desde o incêndio, mas que com a chuva, 117 barracos que ainda estão em pé estão alagando e com isso, as crianças precisam de roupas de frio porque tudo está ficando molhado.

“Antes do fogo já molhava, mas agora com o incêndio ficou pior. A gente agradece toda a ajuda que recebeu, mas nossas crianças estão precisando de roupa de frio. Os barracos e os móveis que as famílias têm estão ficando molhados, a gente precisa sair daqui. Não dá mais para ficar aqui”, finalizou a líder da comunidade.

A reportagem procurou a Prefeitura de Campo Grande e aguarda o retorno.

Objetos das famílias colocados para fora dos barracos depois da chuva (Foto: Juliano Almeida)
Objetos das famílias colocados para fora dos barracos depois da chuva (Foto: Juliano Almeida)

Emenda - Na manhã de hoje, a senadora Soraya Thronicke participou de evento na Capital e anunciou que enviará R$ 9 milhões para o Governo de Mato Grosso do Sul que, em parceria com a Prefeitura de Campo Grande, construirá 180 moradias para as famílias afetadas pelo incêndio na favela do Mandela.

Segundo anunciado, a Emha (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) ficará responsável pela construção de 100 residências, além de doar terreno para que as unidades habitacionais sejam construídas. Mais 80 casas necessárias para atender a comunidade ficarão sob a responsabilidade da Agehab (Agência Estadual de Habitação Popular). A pasta irá realizar a licitação para contratação da empresa responsável pelas obras.

Incêndio - Ocorrido em 16 de novembro, destruiu quase todas as moradias improvisadas no Bairro Isabel Garden. A causa ainda é desconhecida. Alguns moradores seguem no local, em tendas improvisadas pelo Exército e Prefeitura de Campo Grande. Eles têm recebido assistência do poder público e doações arrecadadas em ações solidárias.

Luana mostrando onde molhou dentro do barraco nesta terça-feira (Foto: Juliano Almeida)
Luana mostrando onde molhou dentro do barraco nesta terça-feira (Foto: Juliano Almeida)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias