ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Após mutirão, atendimento para reconhecer paternidade continua durante o ano

A falta da identificação paterna nos registros civis é classificada como um problema cultural

Clara Farias | 29/08/2023 13:42
Certidão de nascimento emitida em papel timbrado (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Certidão de nascimento emitida em papel timbrado (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O atendimento feito neste mês durante o mutirão "Meu pai tem nome" continua na Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul e nos cartórios durante todo o ano. No Estado, 2.735 crianças não possuem o nome do pai na documentação, de acordo com dados dos Cartórios de Registro Civil.

A falta da identificação paterna nos registros civis é classificada como um problema cultural. A campanha é feita para facilitar o reconhecimento voluntário da paternidade garantindo o direito fundamental de possuir o nome do pai nos documentos.

De acordo com o vice-presidente da Arpen-MS (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais), Lucas Zamperlini, nos últimos dez anos, houve melhoras significativas para o reconhecimento de paternidade, que agora não requer mais a intervenção do Judiciário. "Tudo pode ser realizado diretamente no cartório, de forma rápida e gratuita. O reconhecimento precisa ser feito, isso é um direito de todos", destacou.

Para o reconhecimento, é preciso comparecer ao cartório com a cópia de certidão de nascimento do filho. No caso de crianças menores de idade, a presença da mãe é obrigatória. Caso o filho seja maior de idade, é necessária a anuência da mãe ou do próprio filho.

Se o pai se recusa a reconhecer a paternidade, a mãe pode indicar o nome do suposto pai ao Cartório, que encaminhará aos órgãos responsáveis a situação para investigação de paternidade.

O atendimento na Defensoria Pública acontece no Núcleo da Família, das 12h às 19h, na Rua Arthur Jorge, 779, em Campo Grande, e pode ser agendado pela plataforma virtual.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias