ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 13º

Capital

Arara fica presa em pipa, dá um "baile" nos bombeiros e é levada para Cras

Arara canindé ficou presa em uma linha de pipa no Jardim Pênfigo; vizinhos chamaram bombeiros para resgate

Por Paula Maciulevicius Brasil e Bruna Marques | 26/03/2021 09:25


Uma arara canindé deu trabalho para os bombeiros na manhã desta sexta-feira (26). Por volta das 8h30, vizinhos da Rua Valdomiro Pereira Rosa, no Bairro Jardim Pênfigo, perceberam que a ave estava presa por uma linha de pipa na árvore.

Bombeiros tentando resgatar ave de árvore. (Foto: Henrique Kawaminami)
Bombeiros tentando resgatar ave de árvore. (Foto: Henrique Kawaminami)
Arara voou depois para Primavera dentro de quintal de moradora. (Foto: Henrique Kawaminami)
Arara voou depois para Primavera dentro de quintal de moradora. (Foto: Henrique Kawaminami)

Os militares foram acionados para o resgate e a arara ficou muito nervosa. Foram pelo menos três tentativas de pegá-la, primeiro na árvore na rua, depois nos galhos da Primavera do quintal de uma moradora, depois na fiação elétrica e, por fim, na calçada.

Segundo moradores, a árvore da rua sempre atrai araras e como as crianças do bairro costumam soltar pipa por ali, muitas linhas acabam enganchadas. Ninguém relatou se tratar de cerol.

Depois arara voou para fiação elétrica. (Foto: Henrique Kawaminami)
Depois arara voou para fiação elétrica. (Foto: Henrique Kawaminami)

"Tem 10 anos que eu moro aqui, essa árvore sempre fica cheia de araras, mas é a primeira vez que uma fica presa", conta um vizinho de 37 anos que preferiu não se identificar.

Os bombeiros vieram em duas viaturas, um caminhão especializado em poda de árvore e resgate de animais e uma de incêndio. Eles tentaram pegar a ave com corda, estirante e cadeirinha, mas só conseguiram mesmo ao jogar uma toalha emprestada da vizinha, quando a ave pousou na calçada.

Sem ferimentos aparentes, a arara foi colocada em um tambor com tampas perfuradas para poder respirar e será encaminhada ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) para avaliação. Se estiver bem, será solta na natureza, caso contrário será tratada no centro até se restabelecer.

Quando pousou na calçada, arara foi pega pelos bombeiros. (Foto: Henrique Kawaminami)
Quando pousou na calçada, arara foi pega pelos bombeiros. (Foto: Henrique Kawaminami)
Militares tentando soltar a linha da pipa. (Foto: Henrique Kawaminami)
Militares tentando soltar a linha da pipa. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ave foi transportada em tambor para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres. (Foto: Henrique Kawaminami)
Ave foi transportada em tambor para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres. (Foto: Henrique Kawaminami)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário