A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

08/08/2019 15:28

Atropelamentos têm queda de 39% de janeiro a julho na Capital

Mato Grosso do Sul ficou em 11º lugar entre os Estados que mais indenizaram pedestres vítimas de acidentes através do Seguro DPVAT

Gabriel Neris
Bombeiros atendem idoso atropelamento em frente ao Camelódromo (Foto: Danielle Matos/Arquivo)Bombeiros atendem idoso atropelamento em frente ao Camelódromo (Foto: Danielle Matos/Arquivo)

No Dia Nacional do Pedestre, celebrado nesta quinta-feira (8), Campo Grande comemora a redução significativa no número de acidentes com atropelamentos. Nos primeiros sete meses do ano, foram registrados 137 casos, queda de 39,3%, em comparação com os 226 atropelamentos do mesmo período de 2018.

Mato Grosso do Sul ficou em 11º lugar entre os Estados que mais indenizaram pedestres vítimas de acidentes através do Seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Foram 2.055 indenizações de janeiro a junho de 2019, média de 342,5 casos por mês.

Elijane Coelho, diretora de Educação para o Trânsito do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), comemora os resultados obtidos nas ruas. “A redução de atropelamento é motivo de comemoração e reflete o aumento de atenção, tanto dos pedestres quanto dos motoristas e motociclistas”, comenta.

Mas, segundo ela, a intenção ainda é zerar estes números. “Ainda há muito o que melhorar. O que buscamos é que não haja nenhum atropelamento, que ninguém seja vítima. O respeito ao limite de velocidade, ao semáforo, à faixa de pedestre e, sobretudo, à pessoa que está a pé no trânsito, é o que cada um deve fazer sempre para alcançarmos esse objetivo”, completa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions