A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

13/03/2014 17:34

Bandido que matou policial já tinha executado duas pessoas

Bruno Chaves
Paulo Vieira Torrete foi morto em troca de tiros horas depois de assassinar policial civil (Foto: Divulgação)Paulo Vieira Torrete foi morto em troca de tiros horas depois de assassinar policial civil (Foto: Divulgação)

Autor dos disparos que vitimou o policial civil Weslen de Souza Martins, 36 anos, na noite de ontem (12), durante um assalto a uma farmácia, Paulo Vieira Torrete Júnior tinha apenas 22 anos e uma extensa ficha criminal. Ele, que já tinha executado outras duas pessoas, morreu em confronto com a polícia horas depois de cometer os crimes.

Paulo era adolescente quando cometeu o primeiro crime de sua vida. Com apenas 14 anos, em 2006, ele matou um desafeto. Cinco anos depois, com 19 anos, Paulo matou uma criança de 12 em uma briga de gangues.

“A fixa dele é extensa”, confirmou a delegada Maria de Lourdes Cano, titular da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos).

Paulo era velho conhecido da delegada. “De cabeça”, Maria de Lourdes se lembra de alguns crimes cometidos por ele. Na época, a delegada era titular da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente).

“São passagens por roubo, furto, assalto a mão armada, tráfico de drogas e outros”, lembrou. Paulo já este internado em Uneis (Unidades Educacionais de Educação) e preso nas penitenciárias de Trânsito e Máxima, ambas da Capital. Atualmente, ele era interno da Colônia Penal e tinha o direito de sair para trabalhar.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions