A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Maio de 2019

02/05/2017 13:10

Bandidos invadem casa de Zé Pretim e levam de figurino a botijão de gás

Rafael Ribeiro
Zé Pretim e o apresentador Raul Gil durante apresentação no programa de auditório, em abril (Foto: Reprodução/Facebook)Zé Pretim e o apresentador Raul Gil durante apresentação no programa de auditório, em abril (Foto: Reprodução/Facebook)

O guitarrista, cantor e lenda do blues Zé Pretim, 62 anos, teve a sua casa, no bairro Amambaí, região central de Campo Grande, arrombada e invadida por bandidos que furtaram o botijão de gás, eletrodomésticos e todo o seu figurino na tarde da última segunda-feira (1).

O próprio músico tornou público o fato através de seu perfil em uma rede social na internet. Zé Pretim disse que estava visitando a irmã e quando retornou à sua casa encontrou tudo revirado. “Levaram uma mala com minhas melhores roupas”, disse.

Amigo de Zé Pretim e músico de sua banda, Luís Ávila, 41, ponderou que ao menos os instrumentos musicais e outros equipamentos de trabalho não estavam na residência.


“Havíamos tocado em um casamento na última semana e os instrumentos ficaram comigo. Foi a sorte, senão literalmente ele não teria mais nada”, disse, ao Campo Grande News.


Entre os eletrodomésticos, os bandidos levaram um ventilador, um aparelho de som e até a cafeteira do músico. “O mais difícil foram as roupas. Escolheram as melhores. Que tipo de pessoa tem coragem de fazer isso”, indagou Ávila.


O caso ainda deve ser registrado na polícia, que promete colher imagens de câmeras de segurança vizinhas para tentar identificar os autores. “isso foi coisa de usuário de drogas. Felizmente o Zé não estava em casa, senão poderia ter sofrido algum tipo de agressão”, disse.


Ávila e Zé Pretim voltaram recentemente a Campo Grande após passarem cinco semanas nos últimos meses em São Paulo (SP) participando do programa do apresentador Raul Gil, no SBT, onde o músico se apresentou em um concurso musical.


Segundo Ávila, Zé se classificou às finais, que devem acontecer entre julho e agosto, quando retorna à capital paulista para mais apresentações.


Comovidos com o drama do guitarrista e cantor, outros músicos da capital sul-mato-grossense devem se reunir para se solidarizar com a situação e angariar fundos para ele repor os itens furtados.


A primeira apresentação acontecerá às 20h desta quinta-feira (4), no bar Barô, mas Ávila quer organizar uma festa até a próxima semana para juntar as doações.

“É um mal que veio para o bem dele (Zé). Talvez com a solidariedade das pessoas ele consiga realizar os sonhos que a internação (pelo vício em drogas) não deixaram, como ver o filho e buscar o irmão desaparecido (ambos no estado vizinho de Mato Grosso)”, disse.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions