A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/11/2013 15:13

Barragem não aguenta pressão e é destruída pela segunda vez no Sóter

Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado
Barragem voltou a ser parcialmente destruída no Córrego Sóter (Foto: João Garrigó)Barragem voltou a ser parcialmente destruída no Córrego Sóter (Foto: João Garrigó)

A penúltima barragem a ser construída no Córrego Sóter, entre a Rua Naviraí e a Avenida Mato Grosso, foi destruída pela força da água na noite de ontem (11). Esta é a segunda vez que a barreira de contenção da água se rompe desde que foi construída. Na última vez, a correnteza a destruiu totalmente.

Esta é a quinta barragem a ser construída para reduzir a vazão do córrego e evitar alagamentos na região do entorno do Shopping Campo Grande. O projeto prevê a construção de seis barragens, segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz.

Ontem à noite, a água formou um redemoinho e ampliou a erosão, destruindo parcialmente a erosão. Segundo o secretário, aparentemente, a estrutura da barragem não foi comprometida e a reconstrução deve ser rápida. O secretário admite que a barragem pode ser totalmente destruída com mais três ou quatro chuvas. Por isso, a prefeitura deve agilizar a recuperação e a contenção da erosão.

Essa não é a primeira vez que a represa é destruída. Em 26 de janeiro do ano passado, a barragem foi totalmente destruída pela força do Córrego Sóter. Na época, a prefeitura foi obrigada a refazer totalmente a obra.

Na época, o Crea (Conselho Regional de Engenharia) fez um relatório sobre as causas do rompimento. Segundo o presidente, Jary Castro, os fatores foram a subestimação nos aspectos hidrológicos, grau de absorção no solo, inadequação de materiais e obras de barragens em período de chuvas.

Segredo – Outra obra que a prefeitura pretende começar em breve é a reconstrução das margens do Córrego Segredo, no Jardim Cabreúva. Parte da Avenida Ernesto Geisel foi interditada para o tráfego de veículos.

Segundo Semy, a recuperação deve demorar uma semana.

Chuva vai “varar” madrugada na Capital e se espalhar por MS
A chuva forte deve permanecer até de madrugada em Campo Grande, e se espalhar por todo o Mato Grosso do Sul já nesta terça-feira (12). Pelo menos ess...
Chuva deixa diversas regiões de Campo Grande sem energia
Boa parte de Campo Grande está sem energia elétrica na noite desta segunda-feira (11). Em alguns locais, a falta do serviço foi causado por queda de ...


Mais dinheiro pro ralo...........
 
joao guilherme em 13/11/2013 10:19:46
Vai ser simples: O Bernal contrata nova empresa sem licitação, pois é uma obra urgente...depois a nova barragem se rompe e ele paga a mesma empresa novamente para reconstrução até acabar o mandato...Depois o próximo prefeito repete todo o ciclo dando sequencia a administração do Nelsinho!!!............simples!!!!
 
Tasso Guerra Junior em 13/11/2013 10:12:41
Temos que contratar engenheiros que trabalharam nas obras da barragem para a usina Itaipú
 
Pedro de Turvo em 13/11/2013 08:28:02
barragem feita de lego!
 
janio barbosa em 12/11/2013 23:26:01
com toda certeza Maximiliano Nahas vai sair mais uma obra superfaturada,em concerto que não vai aguentar,porque o projeto não e condicente com o local.
 
valdir zatti em 12/11/2013 22:53:06
É gozação chamar aquilo de barragem! Aquilo é justificativa para saída de dinheiro!
 
Valter Oliveira em 12/11/2013 22:31:13
Aff mais uma vez, obra mau feita, já foi dito aqui que a obra era de má qualidade.
 
amanda keiti em 12/11/2013 21:45:50
kkkkk as barragens do Nelsinho, ele pensou que sua turma ia continuar no poder e fazer mais uma obra no mesmo lugar, como sempre fizeram e depois colocavam uma placa kkkkk ainda querem fritar o Bernal kkkkk o povo ta vendo
 
marcelo santos em 12/11/2013 21:35:11
Acho que ta na hora de mudarmos os livros de geografia, precisamos estudar o clima denovo... Ou, ta na hora desses engenheiros tomar vergonha na cara e trabalhar direito! Quantas vezes mais teremos que ver nosso dinheiro indo embora com cada chuvinha? Que paguem mais caro por um serviço bem feito.. OU.. tem sujeira ai..
 
Willian Gomes Justi em 12/11/2013 21:28:35
Agora vão colocar a culpa no Bernal, pq tudo que acontece aqui em Campo Grande, culpam ele, e essa obra do soter é do tempo do PMDB, ninguém fala, nada.
 
elizabeth pereira de souza em 12/11/2013 20:10:25
Suzi da Costa é claro que a Prefeitura vai cobrar a responsabilidade da empresa que construiu a represa, não precisa ser especialista em engenharia para ver que o trabalho e o material utilizado foi de péssima qualidade.
 
Paul Martins em 12/11/2013 19:16:37
ONDE ANDA O EX-PREFEITO COM SUA EXPERIENTE EQUIPE QUE GASTOU GRANA TODOS OS ANOS NO PERÍODO DAS CHUVAS , PRINCIPALMENTE NO SOTER , QUERIA VER UMA MATÉRIA SOBRE SERVIÇOS EXECUTADOS MALFEITOS , POSTOS DE SAÚDES, SPIPE CALARGE , VIA PARK , BURACÃO DO BAIRRO MONTEVIDÉU SE NÃO ME ENGANO , AVENIDA JULIO DE CASTILHOS , AVENIDA GUAICURUS .......
 
frederico zeolla em 12/11/2013 19:00:30
Não seria interessante plantar bambu nas margens por toda extensão do corrego ?????? só grama não segura nada não.
 
Suzi da Costa em 12/11/2013 16:50:45
não seria correto que a empresa que fez a barragem pagasse a conta do conserto? Ou vamos recontrata-la e dar mais um pouco de dinheiro pelo serviço ruim que eles fizeram?
 
maximiliano nahas em 12/11/2013 16:08:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions