ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  16    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Barragem não aguenta pressão e é destruída pela segunda vez no Sóter

Por Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado | 12/11/2013 15:13
Barragem voltou a ser parcialmente destruída no Córrego Sóter (Foto: João Garrigó)
Barragem voltou a ser parcialmente destruída no Córrego Sóter (Foto: João Garrigó)

A penúltima barragem a ser construída no Córrego Sóter, entre a Rua Naviraí e a Avenida Mato Grosso, foi destruída pela força da água na noite de ontem (11). Esta é a segunda vez que a barreira de contenção da água se rompe desde que foi construída. Na última vez, a correnteza a destruiu totalmente.

Esta é a quinta barragem a ser construída para reduzir a vazão do córrego e evitar alagamentos na região do entorno do Shopping Campo Grande. O projeto prevê a construção de seis barragens, segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz.

Ontem à noite, a água formou um redemoinho e ampliou a erosão, destruindo parcialmente a erosão. Segundo o secretário, aparentemente, a estrutura da barragem não foi comprometida e a reconstrução deve ser rápida. O secretário admite que a barragem pode ser totalmente destruída com mais três ou quatro chuvas. Por isso, a prefeitura deve agilizar a recuperação e a contenção da erosão.

Essa não é a primeira vez que a represa é destruída. Em 26 de janeiro do ano passado, a barragem foi totalmente destruída pela força do Córrego Sóter. Na época, a prefeitura foi obrigada a refazer totalmente a obra.

Na época, o Crea (Conselho Regional de Engenharia) fez um relatório sobre as causas do rompimento. Segundo o presidente, Jary Castro, os fatores foram a subestimação nos aspectos hidrológicos, grau de absorção no solo, inadequação de materiais e obras de barragens em período de chuvas.

Segredo – Outra obra que a prefeitura pretende começar em breve é a reconstrução das margens do Córrego Segredo, no Jardim Cabreúva. Parte da Avenida Ernesto Geisel foi interditada para o tráfego de veículos.

Segundo Semy, a recuperação deve demorar uma semana.

Nos siga no Google Notícias