A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/03/2013 08:58

Bernal dispensa licitação e faz contrato de 855 mil para combustível

Aline dos Santos
Em fevereiro, Bernal anulou licitação para  compra de combustível. (Foto: João Garrigó)Em fevereiro, Bernal anulou licitação para compra de combustível. (Foto: João Garrigó)

Com dispensa de licitação, a Prefeitura de Campo Grande fez contrato emergencial de R$ 855 mil para fornecimento de gasolina a toda frota. O combustível vai para veículos oficiais, locados e cedidos, e equipamentos de combustão interna.

Para fazer o contrato sem passar pelo crivo do processo licitatório, o poder público invocou o inciso IV, artigo 24, da Lei Federal 8.666. A legislação prevê dispensa de licitação “nos casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada urgência de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares”.

O contrato com a empresa Posto Emanuele Ltda é válido por 180 dias. Conforme a lei federal, essa modalidade de contratação não pode ser prorrogada. A empresa vai prestar serviços de gestão de abastecimento, por intermédio de software de gerenciamento através de cartão magnético, via internet.

O contrato emergencial - assinado pelo secretário de Administração, Ricardo Trezfger Ballock, e Thiago Moraes Salomão – foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do município.

Cancelado – Um processo licitatório para aquisição de combustível foi anulado pelo prefeito Alcides Bernal (PP) em 20 de fevereiro. O serviço deveria ser prestado por meio de “software de gerenciamento e captura de transação com reconhecimento automático de veículos oficiais” para atender a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Administração.

O processo licitatório havia sido aberto em 30 de novembro de 2012, ainda na administração do prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

Prefeitura cancela contrato para fornecimento de combustível
A Prefeitura de Campo Grande cancelou o processo de licitação, na modalidade de pregão presencial, para contratação de empresa especializada na prest...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Cade a parte que o posto de combustível é o mesmo que abasteceu ele na sua campanha, que até agora não foi devidamente declarado os gastos, nem que esse ai está fazendo certo, até a praça da Bolívia ele quis pegar pra ele e tirar a feira dos bolivianos no 2º domingo do mês, não acreditava nele antes, não acredito nele hoje a nunca vou acreditar nesse ai...
 
jimmy smith em 07/03/2013 23:20:49
Se o objetivo é ficar rico o mais rápido possível, tem que enfrentar os comentários maldosos e agir mesmo sem licitação e arrumar uma desculpa!!! pelo menos defende o seu interesse logo!!!
 
daniela dias em 05/03/2013 20:04:17
é isso aí bernal se não de um jito dá de outro o q não pode é parar,processo licitatório demora um pouco aí talves não da tempo,e a cituação q esta em campo grande não dá para esperar ném perder muito tempo...continue assim q odesafio é grende abraço.
 
ubiratan martins em 05/03/2013 10:21:18
Porque sera que a licitacao de compra foi cancelada e agora precisa comprar combustivel em carater emergencial????? Cuidado Sr. Prefeito, a sociedade esta de olho, esperamos que as midias continuem divulgando este tipo de comportamento.
 
Leonardo Dias em 05/03/2013 09:30:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions