A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/03/2015 11:15

Bombeiros aumentam efetivo em 30% e Reinaldo promete reestruturar corporação

Flávia Lima e Leonardo Rocha
Novos soldados irão atual em 18 cidades de MS. (Foto:Marcelo Calazans)Novos soldados irão atual em 18 cidades de MS. (Foto:Marcelo Calazans)
Governador Reinaldo Azambuja prometeu melhorias para a corporação. (Foto:Marcelo Calazans)Governador Reinaldo Azambuja prometeu melhorias para a corporação. (Foto:Marcelo Calazans)

Durante solenidade de formatura de 153 soldados do Corpo de Bombeiros na manhã desta sexta-feira (27), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que vai autorizar também a convocação de mais 162 remanescentes do último concurso da corporação, totalizando, assim, 330 novos bombeiros.

Reinaldo disse que assinará hoje o decreto, que vai promover um acréscimo de 30% no efetivo, que atualmente conta com 1250 homens na ativa. "O Corpo de Bombeiros é uma das instituições em que a população mais confia, por isso vamos investir na corporação", disse.

Os formandos de hoje serão destacados para atuar em 18 cidades de Mato Grosso do Sul, como Porto Murtinho, Paranaíba, Aparecida do Taboado e Ivinhema. Eles passaram por um curso de 1610 horas, incluindo noções de salvamento terrestre, em altura e aquático, além de técnicas de buscas em matas de cerrado.

Junto ao aumento da corporação, o governador ressaltou que também irá investir na estrutura de trabalho, reformando oito viaturas que atualmente estão fora de operação e adquirindo um caminhão-escada no valor de R$ 4 milhões, para ser utilizado em ocorrências que envolvam edifícios.

Para suprir o déficit de veículos, os bombeiros realizam parceria com o Samu, segundo o comandante-geral dos Bombeiros, Esli Ricardo de Lima. 

Mas o principal investimento será a construção de um quartel para o comando geral da Capital, que hoje ocupa um prédio adaptado na Vila América, próximo ao Parque de Exposições Laucídio Coelho. De acordo com o comandante-geral, o projeto ainda está em fase de elaboração, por isso não é possível orçar seu custo e nem onde o prédio será construído. 

Esli Ricardo também ressaltou que o objetivo é realizar concursos anuais, porém em 2015 não será possível organizar um novo certame devido a convocação dos soldados remanescentes. 

 



 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions