A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/02/2016 17:31

Buraco sem dono assusta condutores em cruzamento na Rui Barbosa

Ricardo Campos Jr.
Cavalete está sinalizando local do buraco (Foto: Alan Nantes)Cavalete está sinalizando local do buraco (Foto: Alan Nantes)
Buraco está no centro da rua (Foto: Alan Nantes)Buraco está no centro da rua (Foto: Alan Nantes)

Um buraco de origem misteriosa e "sem dono" intriga e assusta condutores na Rua Juvenal Alves Corrêa no cruzamento com a Rui Barbosa, em Campo Grande. É possível observar que a base do asfalto está corroendo por baixo da cratera, que pode aumentar de tamanho a qualquer momento. A prefeitura diz que a responsabilidade pelo conserto é da Águas Guariroba, enquanto a concessionária diz que a fenda não tem relação com a rede de esgoto ou abastecimento.

O gerente administrativo Sidney Silva, 25 anos, trabalha em uma galeria em frente ao local. Ele conta que a situação começou há cerca de um mês, mas o diâmetro da fenda na época era pouco maior do que a circunferência de um copo.

Há algumas semanas, uma mulher passava de caminhonete no local e o asfalto, já oco por baixo, não aguentou o peso do veículo, cedeu e prendeu uma das rodas do veículo. “O pneu dianteiro entrou totalmente dentro do buraco, afundou de uma vez”, lembra Silva.

Ele não soube dizer sem alguém já acionou a prefeitura cobrando providências, mas acredita que o poder público já tenha conhecimento da situação, pois uma equipe foi ao local e sinalizou a fenda com um cavalete. Ele acredita que o alerta resolve momentaneamente a evitar acidentes, mas teme que o equipamento não vai ser suficiente quando o asfalto ceder mais.

“Sem dúvida é uma irresponsabilidade do poder público. Melhor prevenir do que remediar, melhor tampar logo o buraco do que esperar acontecer algo pior”, afirma.

O comerciante Sina Silva, 67 anos, passa no local todos os dias a caminho de casa e não notou a profundidade do buraco. “Alguém colocou o cavalete e dá para passar certinho com o carro”, afirma. Ainda assim, ele pensa que será preciso acontecer um acidente para que o município resolva a situação.

Moisés Queiroz, 54 anos, tem opinião semelhante. “Daqui a pouco, ninguém mais passa por ali”, calcula. Ele mesmo tem optado em mudar a rota evitando a Rua Juvenal Alves Corrêa. Para ele, a atual gestão tem se preocupado demais em criticar os governos anteriores do que em agir. Ele não discorda que as administrações passadas têm sua parcela de culpa, mas na visão dele, é preciso ir além.

“O prefeito, parece que entra por um ouvido e sai pelo outro. Você paga o IPTU e não vê reciprocidade. Não dá vontade de pagar, dá indignação. A cidade chegou em um ponto em que é mais barato recapear ou fazer uma lama asfáltica do que tapar os buracos. No caso específico dessa cratera, será que é preciso acontecer um acidente primeiro para depois eles consertarem?”, questiona.

Por meio da assessoria de imprensa, o município tratou a cratera como obra e disse que seria de responsabilidade da Águas Guariroba. A empresa enviou técnicos ao local ontem e informou que o problema não lhe diz respeito, já que não tem relação com a rede de abastecimento ou esgoto.

Buraco está cheio de água, não há como mensurar a profundidade ou determinar se foi cheio pela chuva ou rompimento de alguma tubulação (Foto: Alan Nantes)Buraco está cheio de água, não há como mensurar a profundidade ou determinar se foi cheio pela chuva ou rompimento de alguma tubulação (Foto: Alan Nantes)
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...
Homem tem casa invadida, pula muro para fugir de ladrão e quebra o pé
Homem de 29 anos quebrou o pé após pular o muro do sobrado onde mora para fugir de ladrões, na noite de ontem (13), na Rua Canavieiras, na Vila Plana...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions