A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/03/2014 13:17

Câmara questiona falta de planejamento e exige saber preço de uniformes e kits

Graziela Rezende e Kleber Clajus
Vereadores criticam atraso na entrega dos kits e uniformes. Foto: Cleber GellioVereadores criticam atraso na entrega dos kits e uniformes. Foto: Cleber Gellio

A Câmara Municipal solicitou, na manhã desta quinta-feira (6), as atas contendo os preços do processo licitatório dos kits escolares e uniformes a serem distribuídos para os alunos da rede pública de ensino. Eles questionam a falta de planejamento da Prefeitura, que culminou no atraso e ainda cogitam a hipótese dos preços estarem com valores comercializados no interior do Estado, por exemplo.

“Queremos saber como foi feito, quanto foi pago e quando efetivamente os uniformes e kits chegarão aos alunos. Nesse ano, mais uma vez houve a falta de planejamento na condução dos processos licitatórios para que as crianças pudessem ter os itens já disponíveis na retomada das aulas. A incompetência vigora, vivemos no mesmo atraso do ano passado”, afirma a vereadora Carla Stephanini (PMDB).

O vereador Paulo Pedra (PDT), disse que pediria ainda o extrato de compra dos últimos cinco anos. “Acreditamos que os processos da aquisição de materiais no passado eram maquiados”. Já o vereador Chiquinho Telles (PSD), disse que sua inteligência não poderia ser “insultada”. “Jamais concordei que criancinhas ficassem chorando com camisetas repuxadas nas escolas e Ceinfs (Centro de Educação Infantil)”, alega.

O vereador Elizeu Dionísio (PSD) garantiu que “não será omisso quanto a fiscalização do Executivo, até porque não vai ter dinheiro suficiente de multa para retroagir possíveis danos”, alega.

Com o requerimento aprovado, os parlamentares encaminharão ao Executivo. No local, o burburinho é que a administração do prefeito Alcides Bernal (PP) faz um mistério sobre o assunto, inclusive afastando da imprensa o secretário de educação, José Chadid.

Novo prazo – A previsão de entrega dos uniformes era para esta semana, no entanto, ninguém confirma informação. As roupas e kits, ao custo de R$ 2 milhões, estão sendo fabricados no Paraná.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions