ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Caminhoneiro de 61 anos é a 7ª morte pela covid-19 em Campo Grande; 20ª em MS

Paciente estava internado desde o dia 26 de maio, quando deu entrada e foi direto para a UTI

Por Marta Ferreira | 31/05/2020 08:00
Paciente estava internado no HRMS desde o dia 26 de maio e faleceu neste sábado, 30. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Paciente estava internado no HRMS desde o dia 26 de maio e faleceu neste sábado, 30. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Morreu neste sábado a vigésima vítima por covid-19 em Mato Grosso do Sul. Foi o sétimo óbito em Campo Grande, de um homem de 61 anos, que estava internado no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul).

As informações obtidas pela reportagem dão conta de que a vítima é um caminhoneiro com histórico de viagem a Paulínea (SP). Tinha diabetes e pressão alta.

Os sintomas começaram em 23 de maio, com relatos de febre, tosse, dor de garganta, dispneia e desconforto respiratório. Foi internado no dia 26 de maio, com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), diretamente na UTI.

A morte foi ontem à tarde, às 14h25, por choque séptico, pneumonia por covid-19 e diabetes mellitus.

Dados - Mato Grosso do Sul teve 62 novos casos confirmados de novo coronavírus entre sexta-feira e sábado, totalizando 1.418 confirmações desde o começo da pandemia no Estado.

Campo Grande lidera o número de casos e de mortes. Até ontem, eram 283 registros e seis mortes. Dourados vem em seguida, com 260 doentes e uma morte. Depois, em casos de infectados, está Guia Lopes da Laguna, com 230 notificaçoes, sem registro de mortes pela doença. Três Lagoas, onde o boletim indicava 140 casos neste sábado, acumula cinco mortes por covid-19, o segundo maior número em Mato Grosso do Su.

Outras cidades que tiveram óbtidos são Bataiporã, com 2, Brasilândia, outras 2, Paranaíba e Vicentina, com um óbito cada município.