ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Capivaras limitadas por grade comovem moradores, mas não prejudica animais

Cercas são uma proteção inclusive para as capivaras e os animais podem encontrar uma saída

Lucia Morel | 02/11/2022 12:58

Impedidas de transitar livremente na Avenida Filinto Müller, no entorno do Lago do Amor, no Bairro Pioneiros, capivaras lotaram margem do leito do leito d'água e comoveu quem passava por lá. Moradora da região, a auxiliar financeira Fernanda Ferreira Martins, 26, ficou com dó dos animais e enviou vídeo mostrando os roedores parados junto à cerca.

“Um bando de capivarinha tudo presa aqui, que absurdo colocar grade aqui gente!”, comentou ela no vídeo. Ao Campo Grande News ela disse que “elas sempre estiveram ali, transitando de um lado pro outro. O lago é delas”, se emociona, relatando ainda que “dá uma dó enorme ver elas paradas ali esperando”.

Para o biólogo e major da PMA (Polícia Militar Ambiental) Edmilson Queiroz, as grades são uma proteção inclusive para as capivaras e os animais podem encontrar uma saída, que certamente há. “Essas grades podem até evitar o atropelamento delas também, evitar a passagem de resíduos. Não sei porquê foram colocadas, mas o animal dá volta de achar outro local pra passar”, avalia.

Na quarta-feira, dia 26 de outubro, a instalação das grades de ferro foi finalizada e a extensão chega a 250 metros. O objetivo é evitar o descarte de lixo no Lago do Amor e ampliar a proteção da biodiversidade, da fauna, da flora e das pessoas, segundo a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Nos siga no Google Notícias