A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

26/10/2018 19:41

Carros usados em execução são encontrados incendiados

A vítima é ex-segurança do narcotraficante Jorge Rafaat, executado em junho de 2016 em Pedro Juan Caballero

Geisy Garnes e Liniker Ribeiro
Vítima foi assassinada ao sair de uma barbearia (Foto: Liniker Ribeiro)Vítima foi assassinada ao sair de uma barbearia (Foto: Liniker Ribeiro)

Dois veículos que teriam sido usados na execução de Orlando da Silva Fernandes, o “Bomba” de 41 anos, foram encontrados incendiados minutos depois do crime em regiões diferentes de Campo Grande. A vítima é ex-segurança do narcotraficante Jorge Rafaat, executado em junho de 2016 em Pedro Juan Caballero.

O primeiro veículo, ainda não identificado, foi abandonado e incendiado em uma estrada vicinal atrás da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), no Jardim Seminário. No local, equipes do Corpo de Bombeiros e também da Polícia Militar encontraram ainda várias munições espalhadas pelo chão.

Na segunda ocorrência, o Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar incêndio em veículo no Bairro Rita Vieira. Conforme apurado pelo Campo Grande News, o carro, um Hyundai Creta com placa de Poá, município do estado de São Paulo, estava abandonado na Rua Martine de Moraes. Dentro, os militares encontraram um carregador de metralhadora, possivelmente usado no atentado.

“Bomba” foi assassinado no início da noite desta sexta-feira (26) em frente a uma barbearia localizada na Rua Amazonas, no Jardim Autonomista. Segundo testemunhas, ele atravessava a rua para chegar a uma caminhonete Toyota Hilux, com placa de Campo Grande, quando foi executado.

Testemunhas relataram ainda, que os suspeitos estariam em um carro branco. Segundo informações preliminares, mais de 40 cartuchos de fuzil 566 foram encontrados no local pela polícia. “Bomba” foi atingido por vários dos disparos na cabeça, tórax e braços. Os tiros também atingiram uma loja de noivas da rua e um Chevrolet Vectra.

O motorista estava dentro do veículo no momento dos disparos e sofreu ferimentos leves causados pelo estilhaço dos vidros. "Foram muitos barulhos de rojão, tentei ver alguma coisa e nada. Uns minutos depois que eu escutei o barulho de polícia", contou uma moradora da região.

Duas quadras da Amazonas estão bloqueadas e equipes da Polícia Civil, Militar e perícia estão no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions