A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/01/2015 14:52

Casa da Mulher será apresentada na ONU como modelo do Brasil

Kleber Clajus
Estrutura de R$ 9 milhões, no Jardim Imá, deve ser inaugurada na próxima terça-feira (Foto: Marcelo Calazans)Estrutura de R$ 9 milhões, no Jardim Imá, deve ser inaugurada na próxima terça-feira (Foto: Marcelo Calazans)
Prefeito Gilmar Olarte e secretária de Política para Mulheres, Liz Derzi, acompanharam ministra em vista  técnica hoje ao espaço de 3,7 mil metros quadrados (Foto: Kleber Clajus)Prefeito Gilmar Olarte e secretária de Política para Mulheres, Liz Derzi, acompanharam ministra em vista técnica hoje ao espaço de 3,7 mil metros quadrados (Foto: Kleber Clajus)

Antes mesmo de abrir as portas, em 3 de fevereiro, a Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande tem previsão de ser apresentada à ONU (Organização das Nações Unidas) como referência na integração de serviços para o enfrentamento da violência contra a mulher. Conforme a secretária nacional de Política para as Mulheres, ministra Eleonora Menicucci, o projeto deve figurar como destaque do Governo brasileiro durante evento em março na sede do órgão, em Nova Iorque.

Em visita técnica, nesta quinta-feira (29), a ministra pontuou que o espaço de 3,7 mil metros quadrados, no Jardim Imá, será o primeiro no país a “eliminar via crucis das mulheres” na busca de atendimento e emissão de medida protetiva contra seus agressores, beneficiados em sua maioria pelo cúmplice silêncio de quem não denuncia. 

“Será um marco, pois universalizamos o acesso aos serviços e Campo Grande terá protagonismo para que as mulheres sejam mais corajosas e determinadas na busca de seus direitos. Esta é primeira e depois temos Brasília e Curitiba”, disse Eleonora, que espera inaugurar o espaço, na terça-feira, com a presença da presidente Dilma Rousseff (PT).

Segundo a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), em 2013, foram computados 1.180 casos de violência doméstica. No ano seguinte foram 1.464 registros, um crescimento de 24% e o maior desde 2011. Já em 2015, somente o mês de janeiro soma 450 ocorrências.

Rosely Molina, titular da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), ressaltou que a abertura da Casa da Mulher possibilitará o atendimento 24 horas, com reforço de oito delegadas, além de espaço para acolhimento das mulheres, seus filhos e prisão do agressor.

Também serão disponibilizados no empreendimento estruturas do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso), MPE (Ministério Público do Estado), Defensoria Pública, Funsat (Fundação Social do Trabalho) e Funtrab (Fundação do Trabalho).

Ainda dentro da política de integrar serviços 30 guardas municipais e duas viaturas deverão atuar na “Patrulha Maria da Penha”, sendo acionados por telefone – Disque 180 – ou aplicativo “botão da vida” disponibilizado somente a mulheres com medida protetiva.

O acesso a obra de R$ 9 milhões, incluído recurso de manutenção por dois anos, irá dispor de linhas de ônibus de todos os terminais de transporte coletivo a partir de seu funcionamento.

A visita técnica hoje foi acompanhada pelo prefeito Gilmar Olarte (PP), as secretárias Estadual e Municipal de Políticas para as Mulheres, Luciana Azambuja e Liz Derzi, além de representantes do judiciário, segurança pública e movimentos sociais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions