A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/03/2012 13:47

Casal é indiciado por matar homem a golpes de canivete e esconder o corpo

Nadyenka Castro

Oziel dos Santos Zuque foi assassinado em 2010. A ex-companheira dele e o namorado dela confessaram o crime

Dois anos após Oziel dos Santos Zuque, 27 anos, ter sido encontrado morto na Vila Popular, em Campo Grande, a DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio) indiciou duas pessoas pelo crime.

De acordo com a Polícia Civil, Márcia Morais dos Santos, 27 anos, e o namorado dela à época do assassinato, João Carlos Mercado Rodrigues, 41 anos, confessaram que mataram Oziel.

Após dois anos de investigação, a Polícia constatou o envolvimento dos dois. Márcia era ex-companheira de Oziel, mas ele ainda tinha as chaves da residência onde havia morado com ela. Então, em janeiro de 2010, ele entrou na casa e flagrou Márcia com João.

Ao ver a cena, Oziel passou a agredir João, que revidou também com agressão física e golpes de canivete. Ao constatar a morte, o casal enrolou o corpo de Oziel em um cobertor e jogou em um terreno baldio nas proximidades.

O cadáver foi encontrado no terreno baldio em estado de decomposição, na noite do dia 22 de janeiro. Na época, foi divulgado que Oziel estava desaparecido havia uma semana e que havia sido visto pela última vez quando saiu com um amigo - de nome João -e voltado para casa com a ex-mulher.

A DEH chegou até Márcia e João Carlos através da quebra do sigilo telefônico de Márcia. O casal confessou o assassinato em interrogatório na delegacia. Ambos foram indiciados pelos crimes de homicídio doloso e ocultação de cadáver.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions