ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Ceinfs 'mudam' de nome e diretores são designados nas escolas municipais

Segundo secretária de Educação, alteração de denominação acompanha modelo de atendimento às crianças

Por Mayara Bueno | 09/01/2019 09:07
Fachada do Ceinf Marta Dulce Prata, no Jardim Noroeste. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).
Fachada do Ceinf Marta Dulce Prata, no Jardim Noroeste. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

A edição do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (dia 9) traz a nomeação dos diretores e diretores-adjuntos das escolas municipais, eleitos em processo feito em 2018, e também mudanças na nomenclatura de Ceinfs (Centro de Educação Infantil).

A partir da página 9, a Semed (Secretaria Municipal de Educação) exonera os indicados nos cargos e nomeia os eleitos. Na frente dos nomes, estão as escolas municipais que serão comandadas.

O pleito eleitoral ocorreu em 29 de novembro de 2018, pela primeira vez. A promessa era antiga em diversas campanhas e exigiu, entre outros pré-requisitos, que o candidato tivesse pós-graduação na área de educação. O mandato é de quatro anos e será permitida reeleição “quantas vezes forem de interesse de comunidade escolar”.

Mudança de nome – A Secretaria de Educação de Campo Grande também mudou a denominação dos Ceinfs (Centro de Educação Infantil), que agora serão chamados de Emei (Escola Municipal de Educação Infantil).

O texto divulgado hoje se baseia na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. “Justifica a necessidade de se adequar e padronizar a nomenclatura que designa os centros de educação infantil da Rede Municipal de Ensino”. As instituições de ensino alvo da mudança são destinadas a crianças de até cinco anos.

Segundo a secretária de Educação, Elza Ortelhado, a mudança faz parte de um trabalho iniciado anteriormente, no qual transformou, de forma gradativa, o modelo das creches, que agora prestam atendimento escolar e não só o de cuidar dos filhos pequenos enquanto os pais trabalham.

“Estamos procurando fazer um atendimento como escola, independentemente da faixa etária, trabalhando pela formação dos professores, assistentes”, afirma. Ainda de acordo com a titular, as fachadas das instituições serão modificadas gradativamente.

Na relação publicada, constam as 101 instituições cujo nome "base" foi alterado para Escola Municipal de Educação Infantil. O restante continua igual.

Confira as mudanças na Educação de Campo Grande a partir da página 9.