A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

11/12/2018 15:37

Centro tem perseguição, tiro e prisão de estelionatários

Dupla solicitava procuração com documento falso para venda de imóvel localizado no Rita Vieira

Gabriel Neris e Liniker Ribeiro

Duas pessoas foram presas na tarde desta terça-feira (11) no Cartório Donini do 2º Ofício, na 15 de Novembro, suspeitas de estelionato. Houve perseguição policial e testemunhas relatam que também ocorreu disparo de arma de fogo na região central de Campo Grande.

Um funcionário do cartório, que preferiu não se identificar, afirmou que os suspeitos chegaram ao local tentando fazer uma procuração para venda de um imóvel localizado no Bairro Rita Vieira. Os suspeitos apresentaram um RG de São Paulo.

Segundo o funcionário, a máquina utilizada no cartório para verificar se o documento é verdadeiro não identificou nenhum erro. Durante a assinatura, um dos suspeitos assinou um sobrenome diferente do que estava no documento, provocando desconfiança. Ele justificou ao atendente que passava por problemas pessoais, o que teria motivado o erro.

Como não havia erro no documento, a procuração foi feita. Outros cartórios foram avisados sobre a procuração. Quinze minutos depois a dupla estava sendo atendida no 9º Ofício Zamperlini, perto da Praça das Araras. Lá, os funcionários perceberam que a foto apresentada não batia com o documento do cartório. Os atendentes disseram que houve um problema e pediram para a dupla retificar a procuração novamente no 2º Ofício.

A Polícia Militar foi acionada e cerca de 10 minutos depois, por volta do meio-dia, a dupla estava novamente no cartório da 15 de Novembro. Enquanto um suspeito buscava atendimento, o comparsa acompanhava do lado de fora dando cobertura.

Quando os policiais chegaram, o suspeito do lado de fora fugiu a pé. Houve perseguição, segundo testemunhas, um dos PMs atirou para cima para tentar intimidar o suspeito, que só foi capturado próximo ao Burger King, na Afonso Pena, quando policiais do Choque que passavam pelo local passavam pelo local. O outro suspeito foi preso dentro do cartório.

O funcionário lembrou da necessidade de todos procedimentos realizados pelos cartórios. “O que no caso as pessoas chamam de burocracia traz segurança e garante bons resultados para a atividade que a pessoa precisa. São cautelas necessárias para garantir que não haja problema”, disse. O trabalhador contou ainda que é comum pessoas apresentarem documentos de outros estados para dificultar a fraude.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions