A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/02/2013 18:10

Chuva abre cratera e interdita trecho da avenida Rachid Neder

Paula Maciulevicius
O trecho segue interditado para o trânsito na avenida Monte Castelo, no sentido Centro – bairro até que o problema seja identificado. (Foto: Rodrigo Pazinato)O trecho segue interditado para o trânsito na avenida Monte Castelo, no sentido Centro – bairro até que o problema seja identificado. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A chuva deste Carnaval não está para samba. As pancadas que caíram em Campo Grande neste final de semana deram conta de abrir duas crateras na avenida Monte Castelo com a Rachid Neder, região do bairro Monte Castelo.

Na tarde desta segunda-feira, além da equipe da prefeitura, funcionários da Águas e da Enersul acompanhavam o trabalho no local. O problema começou com um vazamento de água neste domingo que abriu a primeira cratera. Já a segunda, no mesmo local, foi aberta por um caminhão da Águas que fazia o serviço na área e afundou quando o asfalto cedeu.

O trecho segue interditado para o trânsito na avenida Monte Castelo, no sentido Centro – bairro. Equipes da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação estão abrindo a cratera para identificar onde e o que causou o vazamento. O poste de energia elétrica foi deslocado sete metros acima, para que a retroescavadeira pudesse ampliar o acesso.

Na região, quem mora e trabalha diz que o problema não é inédito. “Não sei o que está acontecendo, mas deve ser a terceira vez”, diz o personal trainer Joni Guimarães. Em seis anos como proprietário de uma academia, ele vê a interdição como transtorno comercial.

Não sei o que está acontecendo, mas deve ser a terceira vez”, diz o personal trainer Joni Guimarães. (Foto: Rodrigo Pazinato)Não sei o que está acontecendo, mas deve ser a terceira vez”, diz o personal trainer Joni Guimarães. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A moradora Luiziene Prado, 26 anos, saía da garagem de casa quando percebeu o movimento de maquinários. Com o trecho interditado, a solução era desviar o caminho. Acréscimo de tempo e de gasto.

“Na verdade já estava afundando tem menos de um mês. Aí desde ontem eles estão mexendo. É complicado porque aqui é a via de acesso para o Centro e está demorando. Começou do lado de lá e veio chegando para cá”, critica.

A obra deve levar pelo menos cinco dias para ficar concluída. O titular da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, explica que na área a terra está solapada. “Vamos abrir toda rede e uma pessoa vai entrar para fazer a vistoria em todo o tubo. Essa chuva acelerou o processo de solopamento”, atribui.

A Águas Guariroba informou que houve um rompimento da rede de drenagem da prefeitura devido às fortes chuvas e que este foi o vazamento que acabou por atingir a rede de água. Equipes estão monitorando o trabalho na região como apoio à prefeitura.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions