ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Com 1,4 mil pacientes em 16 dias, Santa Casa alerta para superlotação

Prefeitura contesta, afirmando que hospital tem 89% dos leitos de UTI ocupados, conforme levantamento feito hoje

Por Ana Paula Chuva | 16/09/2020 12:29
Área verde do hospital tem 32 pacientes internados. (Foto: Divulgação | Santa Casa)
Área verde do hospital tem 32 pacientes internados. (Foto: Divulgação | Santa Casa)

Dados divulgados pela Santa Casa de Campo Grande na manhã desta quarta-feira (16), mostram que nos últimos 16 dias o hospital atendeu 1.431 pacientes, 520 a mais que no mesmo período em 2020.

Conforme o levantamento entre os dias  1° de janeiro e 16 de setembro de 2019, foram atendidos na Santa Casa 13.898 pacientes, já no mesmo período em 2020 foram registrados 18.900 atendimentos.

Para o hospital a superlotação seria por conta das flexibilizações durante a pandemia da covid-19 na Capital e ressalta que nem todos os atendimentos geram internações.

“No momento, temos 635 pacientes internados na Santa Casa, sendo que o maior fluxo de atendimentos na urgência e emergência do pronto-socorro está relacionado às especialidades de neurocirurgia, ortopedia e cardiologia”, disse em nota.

Além disso, no pronto-socorro o hospital tem 62 pacientes, sendo 15 da área vermelha (reservada para casos de graves) e 47 na área verde com 32 internados.

O hospital inclusive marcou para a tarde de hoje um coletiva de imprensa onde o presidente Heber Xavier e o superintendente da gestão médico-hospitalar Luiz Alberto Kanamura, para falar sobre superlotação, flexibilização das medidas de enfrentamento à pandemia e sobre a falta de medicamentos e insumos na unidade.

Pacientes no corredor do Pronto Socorro. (Foto: Divulgação | Santa Casa)
Pacientes no corredor do Pronto Socorro. (Foto: Divulgação | Santa Casa)

Prefeitura – Questionada sobre a situação do hospital, a prefeitura de Campo Grande disse ao Campo Grande News que o levantamento dos dados realizados na manhã de hoje mostram que a Santa Casa opera com 89% de lotação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), não confirmando superlotação citada já que esta é média de ocupação em períodos fora da pandemia.

Além disso, a prefeitura destacou que conta com 20 leitos de UTI prontos para utilização no hospital do Pênfigo, que serão ativados logo que a ocupação de leitos do município atingir os 90%.

"Caso isso ocorra, portanto as medidas estão sendo tomadas com base em estudos realizados pela prefeitura e na quantidade de leitos de UTI que estão disponíveis para a população", disse em nota.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário