A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/09/2015 10:08

Com 75 novas ligações, ampliação da rede de esgoto é concluída

Michel Faustino
Na Vila São Luiz, foram implantados 474 metros de rede coletora de esgoto e 75 novas ligações domiciliares, beneficiando cerca de 240 moradores. (Foto: Águas Guariroba/Divulgação)Na Vila São Luiz, foram implantados 474 metros de rede coletora de esgoto e 75 novas ligações domiciliares, beneficiando cerca de 240 moradores. (Foto: Águas Guariroba/Divulgação)

A Águas Concessionária, responsável pelos serviços de Campo Grande, concluiu a ampliação do serviço de saneamento básico na Vila São Luiz, onde foram implantados 474 metros de rede coletora de esgoto e 75 novas ligações domiciliares, beneficiando cerca de 240 moradores.

A rede de abastecimento de água também foi rebaixada e modernizada para a chegada do asfalto: foram executados 543 metros de tubulação e 30 novas ligações domiciliares. As ações acompanham o trabalho das equipes do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento), através do qual a prefeitura municipal investe em obras de infraestrutura, como drenagem e asfalto.

A rede de esgoto no bairro está interligada no sistema de tratamento e liberada para a ligação dos imóveis.
Ao longo da semana, representantes da Águas Guariroba vão em todas as casas para explicar os benefícios do serviço do esgoto e possibilitar que os moradores façam a contratação.

Serviço - Aqueles que não receberam a visita dos técnicos devem entrar em contato com a empresa, pelos telefones 0800-6420115 e 115 ou em uma das lojas de atendimento ao cliente.

Investimentos - Para atender os cerca de 20 bairros que recebem ações do PAC na Capital, a Águas Guariroba antecipou R$ 150 milhões em investimentos.

“A meta é universalizar o serviço de esgoto até 2025, mas estamos antecipando o cronograma de obras e os investimentos nos bairros que estão sendo atendidos pelo PAC. Assim, a tubulação é implantada junto com o asfalto. Hoje cerca de 75% da população de Campo Grande já tem acesso à rede de coleta e tratamento de esgoto e estão ganhando mais qualidade de vida”, aponta o gestor de engenharia da concessionária, Kamilo Reis.

Redução de contaminação - O esgotamento sanitário melhora as condições ambientais e evita a contaminação por doenças relacionadas à falta de saneamento. Desde 2003, o acesso à rede foi ampliado de pouco mais de 47 mil para mais de 230 mil imóveis na Capital. No mesmo período, a taxa de internações por diarreias em Campo Grande caiu 86% - de acordo com levantamento realizado com base em dados registrados no DATASUS.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions