ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Com digitais queimadas, só arcada dentária identificará morto em subestação

Segundo a polícia, homem morto invadiu subestação de energia para furtar fios

Por Dayene Paz | 05/02/2024 15:47
Corpo encontrado embaixo de uma das torres de energia na manhã desta segunda-feira. (Foto: Henrique Kawaminami)
Corpo encontrado embaixo de uma das torres de energia na manhã desta segunda-feira. (Foto: Henrique Kawaminami)

Até o momento, o homem que foi encontrado morto dentro da subestação da Energisa - concessionária responsável pela distribuição de energia em Mato Grosso do Sul - que pegou fogo na madrugada desta segunda-feira (5), não foi identificado. Isso porque, com o corpo totalmente carbonizado, as digitais foram prejudicadas. Agora, a identidade só será possível através da arcada dentária.

A 4ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande investiga as circunstâncias do incêndio e a morte do suspeito. O delegado que está à frente do caso, Christian Molinedo, disse que até o momento nenhum familiar procurou a Polícia Civil.

A suspeita é que ele invadiu o local, que fica na Vila Progresso, na Capital, para furtar e, inclusive, um vídeo mostra o invasor mexendo nos fios que alimentam os geradores, momentos antes da explosão.


"A vítima fatal/autor teria feito um arrombamento, tipo buraco na cerca externa da rua Ari Coelho, e na concertina de segurança para acessar o local. Foi constatado que ele estava morto por carbonização no pé dos alimentadores de 13.800 volts", informou a Polícia Civil em nota.

O caso foi registrado como tentativa de furto qualificado com destruição ou rompimento de obstáculo, morte a esclarecer e dano qualificado se o crime é cometido contra o patrimônio da União, estado, município, empresa concessionária de serviços públicos.

Entenda - Duas explosões por volta das 4 horas desta segunda-feira chamaram atenção e assustaram os moradores da Vila Progresso e região. As chamas altas, fumaça densa na subestação de energia e clarões no céu foram registradas em vídeo. As imagens são impressionantes.

Mais tarde, após o Corpo de Bombeiros controlar o incêndio, um corpo foi encontrado queimado. Apesar de cerca de 40 mil consumidores terem ficado sem energia por aproximadamente duas horas, o serviço foi restabelecido pela concessionária.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias