A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Junho de 2019

18/09/2018 08:38

Com mais 1,2 mil veículos esquecidos, delegacia programa "limpa"

Veículos foram recuperados pela polícia. Proprietários não conseguem ser localizados e veículos vão a leilão.

Izabela Sanchez
Motocicletas são maioria dos veículos esquecidos no pátio da delegacia. (Izabela Sanchez)Motocicletas são maioria dos veículos esquecidos no pátio da delegacia. (Izabela Sanchez)

O pátio da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) está lotado de veículos, alvos de furto e roubos. Caminhões e, principalmente, motocicletas, estão esquecidos pelos proprietários. Segundo o delegado Bruno Urban,  hoje 1264 veículos estão estacionados no local, num quadro que se repeteve em várias unidades de segurança.

São 148 carros e caminhões e 1116 motocicletas. Para desobstruir o local e dar um destino aos veículos, a Defurv, em parceria com o TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) vai leiloar os veículos.

“Já teve muito mais, tinha mais de 2 mil. A Defurv junto com o setor de alienação do TJ, uniram forças para fazer o leilão desses veículos. Nós sempre orientamos a população que, periodicamente, procure a unidade policial”, comenta.

Conforme explica o delegado, os policiais tentam localizar os proprietários, mas muitos mudam de endereço e celular, e se esquecem de comunicar a delegacia. A Defurv recupera, em média, 5 veículos por dia.

“São recuperados tanto pela GCM, quanto pela Polícia Militar, Defurv e outras delegacias. Todos os veículos furtados, roubados ou fruto de apropriação indébita são trazidos para a Defurv”, comenta.

Carros estacionados no pátio da Defurv (Izabela Sanchez)Carros estacionados no pátio da Defurv (Izabela Sanchez)

A orientação para os servidores da delegacia, é que comuniquem os proprietários imediatamente, “Nós temos tido êxito grande, porque nossos servidores têm sido orientados a imediatamente ligar.

As vezes as pessoas recebem ligação de madrugada. Chegou aqui, identificou a moto, era do Seu José lá do Aerorancho, liga pra ele. Eu tenho como particular decisão sempre entregar o veículo com documento do proprietário”, orienta.

Para retirar um veículo recuperado, basta procurar a Defurv, portanto um documento com foto. “Vem aqui na defurv com a placa e o boletim de ocorrência ou com documento de identidade com foto. A moto, eu exijo a presença do proprietário documental e o possuidor da moto. E se essas motos não forem retiradas elas são leiloadas”, explica.

Bruno Urban, delegado da Defurv (Izabela Sanchez)Bruno Urban, delegado da Defurv (Izabela Sanchez)

Alvos fáceis – Além das motocicletas, os modelos Uno e Gol são os alvos mais procurados pelos assaltantes. Conforme explica o delegado, o motivo é a facilidade de acesso possibilitada pela estrutura dos veículos. O delegado orienta aos motoristas que evitem estacionar os veículos em locais “ermos”.

“A gente orienta alguns cuidados com os veículos, não parar em locais ermos, locais escuros, um veículo com alarme pra dificultar um pouco. Motos, por exemplo, uma trava, uma corrente, um alarme na moto. Faz o simples: cadeado. Ele deixa de pegar aquela e vai pegar uma outra que não tem”, afirma.

A delegacia, explicou, realizou operações para inibir crimes de falso frete e de assalto a motoristas de aplicativos, crimes que registraram queda, segundo o delegado.

“Prendemos diversas pessoas envolvidas com esse tipo de crime. Há algum tempo nós não tínhamos como antes roubo a motoristas de aplicativo, e principalmente de falso frete, caiu demasiadamente. Eu arriscaria dizer que o falso frete zerou aqui na região de Campo Grande”, explicou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions