ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Com mais de 100 acidentes, Afonso Pena é via "mais perigosa" para motociclistas

Capital teve 3,4 mil acidentes com motocicleta em 2020; parcial de 2021 traz 495 apenas em janeiro e fevereiro

Por Guilherme Correia | 03/03/2021 09:26
Acidente que envolveu motocicleta na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Acidente que envolveu motocicleta na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

O ano de 2020 teve 3,4 mil acidentes com motocicletas em Campo Grande, dos quais maior parte (2,9 mil) tiveram vítimas, e em pelo menos 46 houveram mortes. A principal avenida da Capital tem sido, inclusive, a mais perigosa. São 103 acidentes envolvendo essa categoria no ano passado na Avenida Afonso Pena.

De acordo com balanço do BPMTran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito), foram 516 acidentes envolvendo motocicleta, durante o ano passado, que não resultaram em vítimas. No geral, os meses mais críticos foram outubro (361 acidentes com moto) e dezembro (328). Já o mais "tranquilo" foi abril (225), mês marcado pelas principais restrições de mobilidade urbana perante a covid-19.

Na sequência do ranking de vias mais perigosas, vem a Duque de Caxias (84), a Avenida Guaicurus (73), a Avenida das Bandeiras (58), a Avenida Gury Marques (52), a Avenida Ernesto Geisel (48), a Avenida Gunter Hans e Júlio de Castilho (47), e a Rua Ceará (43).

Em 2021 - A parcial deste ano, de janeiro e fevereiro, indica que já aconteceram 495 acidentes com motos, dos quais oito tiveram vítimas fatais. A Avenida Afonso Pena (25) segue como a mais perigosa, mas na sequência vem a Avenida das Bandeiras (12) e a Avenida Costa e Silva (11).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário