ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Com mais gente na rua, dobra número de prisões em flagrante no fim de semana

Hoje, 23 prisões passaram pelo juiz diretor do foro de Campo Grande, em plantão criminal, Flávio Saad Peron

Por Anahi Zurutuza | 06/04/2020 16:14
Carro roubado na sexta de manhã foi recuperado em ação na Vila Popular (Foto: PM/Divulgação)
Carro roubado na sexta de manhã foi recuperado em ação na Vila Popular (Foto: PM/Divulgação)

O número de prisões analisadas nas audiências de custódia hoje mais que dobraram em relação às duas últimas segundas-feiras. Na análise do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), o aumento se deve à flexibilização das regras para quarentena imposta para Campo Grande.

Embora o toque de recolher ainda esteja em vigor, foi visível o aumento de pessoas circulando no fim de semana. Autoridades de segurança já haviam avaliado, com menos gente na rua, menos crime são cometidos. O mesmo vale para o contrário.

Segundo o TJMS, as segundas-feiras são os dias com maior quantidade de prisões para serem analisadas, porque acumulam todos os flagrantes efetuados no fim de semana, incluindo a sextas-feiras.

Hoje, 23 prisões passaram pelo juiz diretor do foro de Campo Grande, em plantão criminal, Flávio Saad Peron. Foram 7 pessoas presas por furtos, 5 por tráfico, 4 por direção sob influência de substâncias psicomotoras, 3 por violência doméstica, duas por roubos, uma receptação e uma por estupro na forma tentada.

Nas duas primeiras semanas da quarentena, quando medidas restritivas impostas pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) foram endurecendo, de acordo com levantamento do Tribunal, houve queda no quantitativo de audiências, 7 na segunda-feira, 23 de março, a primeira após o decreto municipal, e 10 na segunda passada, 30 de março.

Fim de semana – Um dos presos em flagrante é o rapaz de 18 anos por roubar um Chevrolet Prisma na Avenida Júlio de Castilhos, em Campo Grande. A dona do carro foi rendida ao sair de agência bancária na manhã de sexta-feira (5),

Nas imagens (vídeo abaixo), os dois homens atravessam a via e sentam em um banco. Atrás, a vítima sai do banco e vai até o carro, estacionado do outro lado da rua.

Os homens correm em sua direção, ela é obrigada a sair do veículo e fogem. Aturdida, ela sai sem olhar para trás.

No fim da tarde, os policiais receberam informação de que o carro estava escondido na Vila Popular. No local indicado, um policial mandou que saíssem do carro, mas o condutor jogou o veículo na direção do PM.

O policial atingiu os pneus do veículo. Os homens tiveram que abandonar o Prisma, mas um deles foi capturado. Reveja o vídeo: