ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Com plantão de doação, CTG pede enlatados e óleo para famílias do Sul

Velas, água e kits de higiene são outros itens que centro de arrecadação precisa enviar ao estado gaúcho

Por Jéssica Fernandes e Clara Farias | 10/05/2024 10:50
Voluntários no CTG organizam doações na manhã desta sexta-feira (10). (Foto: Marcos Maluf)
Voluntários no CTG organizam doações na manhã desta sexta-feira (10). (Foto: Marcos Maluf)

O trabalho de arrecadação de alimentos, roupas e itens de higiene segue no CTG Tropeiros da Querência, na Vila Vilas Boas. Pelo quinto dia, voluntários amanheceram no local no esforço "de formiguinha" para ajudar as famílias atingidas pelas chuvas no Rio Grande do Sul.

Desde segunda-feira (6), o CTG já conseguiu enviar 275 toneladas de alimentos através de 11 caminhões que saíram da Capital rumo ao estado gaúcho. Neste fim de semana, o espaço segue de portas abertas com plantão de doações.

Apesar da correria dos últimos dias, o ‘Patrão’ do CTG, Mario Cavinatto, garante que o trabalho tem saído como planejado apesar da urgência em mandar mantimentos e outros itens para o Rio Grande do Sul.

Patrão do CTG, Mario reforça pedido de doação por roupas em bom estado de uso. (Foto: Marcos Maluf)
Patrão do CTG, Mario reforça pedido de doação por roupas em bom estado de uso. (Foto: Marcos Maluf)

“Nossa primeira semana foi tranquila, estamos com um bom número de voluntários colaborando. Esse é um trabalho de formiguinha, ninguém briga com ninguém, estamos todos por uma causa só”, destaca.

No momento, ele pede uma pausa na doação de roupas, pois muitas pessoas têm enviado peças que não podem ser distribuídas para as famílias desabrigadas.  “Precisamos dessa sensibilidade, para que as pessoas entreguem as roupas prontas para uso, limpas, sem furos, pois as pessoas que estão necessitando não vão ter a condição de lavar ou costurar”, explica.

Em relação à doação de alimentos, o ‘Patrão’ do CTG reforça o pedido por produtos não perecíveis e garrafas de óleo. “Precisamos de óleo e comidas prontas, tipo sardinha, salsicha, atum, barras de cereais, itens enlatados que as pessoas possam chegar e comer. Nosso estoque arrecadado de óleo está sendo fracionado porque temos pouco”, comenta.

No local, grupo separa peças de roupas doadas por moradores. (Foto: Marcos Maluf)
No local, grupo separa peças de roupas doadas por moradores. (Foto: Marcos Maluf)

Além dos citados, o CTG também pede para que moradores da Capital doem itens básicos, como fósforos, lanternas e velas. Água, ração para animais e produtos de higiene completam a lista de doações.

As doações podem ser realizadas na Rua Miguel Sutil, 445, Vila Vilas Boas. O horário é de segunda a domingo, das 8h às 20h.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias