ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Começa hoje consulta ao 2° lote de restituição do IR; MS tem 63 mil nesta etapa

Em Mato Grosso do Sul são 63.266 contribuintes que receberão R$ 91.662.722,35

Por Mirian Machado | 23/06/2022 08:12
Fachada da Receita Federal no Parque dos Poderes em Campo Grande. (Foto: Arquivo) 
Fachada da Receita Federal no Parque dos Poderes em Campo Grande. (Foto: Arquivo)

Começa hoje (23) a consulta ao segundo lote do Imposto de Renda de 2022. A Receita Federal abre a consulta a partir das 9h. O valor total recebido pelos contribuintes sul mato-grossenses é de R$ 91.662.722,35. Mais de 63 mil pessoas deverão receber.

O crédito bancário será realizado no dia 30 de junho. Ao todo serão pagos R$ 6,3 bilhões a 4,25 contribuintes no país. Também serão liberadas as consultas aos lotes residuais de anos anteriores, ou seja, os que caíram na malha fina.

Para fazer a consulta, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (www.gov.br/receitafederal), clicar em "Meu Imposto de Renda" e, em seguida, em "Consultar a Restituição". A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC.

 Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas.

Do valor total, R$ 2,7 bilhões serão pagos aos contribuintes com prioridade legal, idosos acima de 80 anos (87.401), entre 60 e 79 anos (675.495), pessoas com deficiência física ou mental ou moléstia grave (48.913) e para quem a maior fonte de renda for o magistério (661.831).

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que possibilita consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

O pagamento é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até 1 (um) ano no Banco do Brasil.

Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Nos siga no Google Notícias