A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/06/2016 15:30

Comerciante faz limpa em loja, 'some' e deixa funcionários sem salários

Michel Faustino
Loja de confecção no centro de Campo Grande fechou as portas do dia pra noite. (Foto: Reprodução)Loja de confecção no centro de Campo Grande fechou as portas do dia pra noite. (Foto: Reprodução)

Funcionários de uma loja de confecções situada na Rua 13 de Maio, Centro de Campo Grande, foram surpreendidos ao chegar para trabalhar no fim do mês passado. O proprietário do estabelecimento havia 'limpado' a loja e desapareceu sem avisar os funcionários e pagar os salários devidos e rescisões trabalhistas.

O caso foi levado pelos funcionários ao SEECG (Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande –SECCG) que está ingressando com ações trabalhistas contra a empresa para garantir os direitos dos empregados. Segundo os funcionários, o empresário Lindomar Moraes, e a gerente do estabelecimento, estariam 'incomunicáveis'.

"É lamentável um procedimento dessa natureza, que, ao que tudo indica, de má fé do empresário que fugiu, sem pagar os direitos dos trabalhadores", afirmou Idelmar da Mota Lima, presidente do sindicato.

A advogada do SECCG, Raphaela Silva Modeneis Reis informou que são 20 funcionários, a maioria mulheres, inclusive uma delas gestante. O proprietário da loja fechou o estabelecimento e não deu aviso prévio aos funcionários, que ficaram se receber, inclusive seus salários. "Estamos entrando com ações trabalhistas para garantir os direitos dos empregados", informou.

Gravida de oito meses, Adriely Silva, 22 anos, afirma que está muito preocupada com a situação. Ela diz que trabalhou na loja por quase dois anos. "Eu não sei como vai ficar agora. Estamos passando um perengue por causa disso. Nem sei como vou fazer sem o salário", disse.

Segundo ela, a loja abriu há cerca de três anos em Campo Grande e, além da do Centro, tinha outras nove lojas espalhadas por diversas regiões da cidade.

Conforme a ex-funcionária, o dono da loja reside em Goiânia, de onde comprava a maioria de suas mercadorias revendidas na Capital.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions