A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

17/03/2016 17:22

Comércio recebe convocação para fechar as portas contra a corrupção

Protesto está previsto para o meio-dia de sexta no Centro de Campo Grande

Ricardo Campos Jr.
Protesto realizado na quarta-feira (Foto: Marcos Ermínio)Protesto realizado na quarta-feira (Foto: Marcos Ermínio)
Manifestante durante a manifestação de quarta em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Manifestante durante a manifestação de quarta em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)

Lojistas de Campo Grande fecharão as portas durante uma hora a partir do meio-dia desta sexta-feira (18) para um ato contra a corrupção no Centro da cidade. Os empresários estão sendo convocados pela CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) e pela Associação Comercial Industrial da Capital. A concentração do protesto será no cruzamento da Rua 14 de Julho com a Avenida Afonso Pena.

Conforme a assessoria de imprensa da entidade, o evento atende a uma mobilização nacional da categoria. Vários proprietários de estabelecimentos comerciais já haviam manifestado apoio antes mesmo da divulgação oficial do ato.

Terminada a manifestação, as lojas devem reabrir e prosseguir normalmente com o expediente.

Conforme a assessoria, a CDL tem o apoio das entidades ligadas aos setores de comércio, serviço e indústria, além de movimentos da sociedade organizada, como o “Vem Pra Rua”, “Chega de Impostos” e o “Nas Ruas”.

A entidade também apóia e convocou seus filiados para o protesto desta quinta-feira (17), a partir das 18h, em frente ao MPF (Ministério Público Federal), na Avenida Afonso Pena.

Manifestação – A população tem se reunido desde ontem, motivada pelo anúncio da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O ato durou quatro horas.

A organização afirmou que três mil participaram e disse que a aglomeração passou a ser espontânea, sem depender diretamente de convocações, tendo inclusive superado os movimentos previamente realizados.

Os participantes queriam ontem fazer uma vigília em frente ao MPF e remarcar o evento até que alguma providência seja tomada com relação à nomeação de Lula.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions