A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

07/11/2018 18:58

Condutor que atropelou motociclista é encontrado e presta depoimento

O motorista, de 55 anos, foi seguido por um policial à paisana que o questionou sobre o ocorrido. A polícia também já tem uma suspeita de quem possa ser a vítima da colisão

Adriano Fernandes e Geisy Garnes
Vítima e motocicleta foram completamente carbonizados. (Foto: Geisy Garnes) Vítima e motocicleta foram completamente carbonizados. (Foto: Geisy Garnes)

O motorista da carreta que atropelou e matou um motociclista, esta tarde (07) no viaduto da BR-163, na saída para Três Lagoas, foi encontrado e levado para a 3º DP (Delegacia de Polícia) de Campo Grande, para prestar depoimento.

As informações preliminares são de que a vítima possa ser Ronaldo Freire, funcionário de uma empresa que fica próxima ao acidente. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) confirmou a suspeita de que o motorista da carreta Bitrem, de 55 anos, pode não ter parado no local por não ter percebido o acidente.

A vítima entrava no viaduto, por alça de acesso, quando perdeu o controle da direção, invadiu pista contrária e atingiu um dos últimos pneus da carreta de 9 eixos. Com a violência da batida, a moto pegou fogo e carbonizou a vítima. Possivelmente e devido ao tamanho do veículo - que tem cerca de 26 metros – o condutor pode não ter notado a batida e seguiu viagem.

Mas ainda conforma a PRF, um policial federal à paisana que flagrou o acidente, seguiu a carreta e interceptou o motorista quilômetros a frente e questionou o homem sobre o ocorrido. O condutor então permaneceu parado na rodovia até a chegada dos policiais. Aos agentes rodoviários ele contou que de fato não viu o acidente, mas foi levado para averiguação na delegacia.

Identificação – A Polícia Civil tenta confirmar se a vítima do acidente possa ser Ronaldo Freire, funcionário de uma empresa de produção de concreto que fica próxima ao local do acidente, na saída para Três Lagoas. A suspeito foi levantada por outros funcionários da empresa já que Ronaldo poderia estar indo para o trabalho quando houve a colisão. Contudo, ainda não há uma confirmação oficial da identificação da vítima pois o corpo foi completamente carbonizado.

Acidente - Imagens de câmera de segurança da CCR MS Via, empresa que administra a BR-163, flagraram o momento em que o motociclista perdeu o controle da direção ao entrar no viaduto, por alça de acesso e invadiu a pista onde o caminhão estava no sentido contrário.

O acidente aconteceu por volta das 15h30, no viaduto da BR-163, sobre a BR-262, na saída para Três Lagoas. Com a violência da batida, o moto pegou fogo e carbonizou o motociclista. O local do acidente chegou a ser interditado e o trabalho de perícia tanto na rodovia quanto na própria carreta, só foram concluídos depois de aproximadamente três horas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions