A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

12/04/2018 15:01

Contra furtos, Polícia Civil "leva" 108 moradores de rua para delegacia

Ação ocorreu ontem (11) e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social

Guilherme Henri
Moradores de rua na 1ª DP (Delegacia de Polícia) (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Moradores de rua na 1ª DP (Delegacia de Polícia) (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Com o objetivo de diminuir furtos, a Polícia Civil levou nesta quarta-feira, 108 moradores de rua da região central de Campo Grande para a delegacia. A ação foi feita com o apoio da Secretaria de Assistência Social do município, por meio do Centro POP (Centro de Referência Especializado à População em Situação de Rua) e só foi divulgada hoje.

O mutirão ocorreu dois dias depois de o Corpo de Bombeiros fechar 58 lojas da rodoviária antiga. De acordo com os militares, o projeto de combate a incêndios do local está irregular. Também no início do mês passado, a prefeitura deu início ao Paic (Programa de Ação Integrada e Continuada), que inclui medidas focadas nas pessoas em situação de rua pela cidade.

Conforme divulgado pela Polícia Civil, os índices de furtos na área central aumentaram gradativamente devido ao número elevado de moradores de rua e usuários de entorpecentes.

A ação no centro ofereceu acolhimento e encaminhamento para as pessoas em estado de vulnerabilidade, como: tratamento de saúde, abrigo e identificação pessoal, assim como desenvolver ações contra o tráfico de drogas.

Ao todo, 108 pessoas foram atendidas na Delegacia de Polícia, sendo todas acompanhadas pela assistência social, onde foram oferecidas a documentação pessoal para aqueles que não possuíam ou tinham dúvidas. Além disso, nove pessoas aceitaram ser encaminhadas a abrigadas no Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante) e outras 10 pessoas pediram para retornarem aos seus Estados de origem.

Imóveis - Durante a ação, foi realizado o levantamento de todos os imóveis abandonados e com o apoio da prefeitura, todos os proprietários foram notificados sobre o assunto, pois os locais servem de moradia para usuários daquela região.

Das pessoas atendidas foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência; Apreendido um adolescente; um adolescente entregue à família; e um flagrante lavrado por tráfico de drogas, onde foi apreendido 443 gramas de maconha.

Ações na região – No final do mês passado, a Prefeitura de Campo Grande deu início ao Paic (Programa de Ação Integrada e Continuada), que inclui medidas focadas nas pessoas em situação de rua pela cidade. A região da antiga rodoviária, no Amambaí, foi a primeira a ser contemplada com o programa – sendo um dos locais da cidade onde o problema social é mais visível.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions