A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

09/01/2018 08:43

Contrato para obras na Ernesto Geisel é fechado, ainda sem prazo de início

No total, revitalização custará R$ 47 milhões referente às três etapas previstas no projeto

Mayara Bueno
Erosão sobre asfalto da avenida Ernesto Geisel. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).Erosão sobre asfalto da avenida Ernesto Geisel. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).

A prefeitura de Campo Grande oficializou dois contratos para as obras no entorno do rio Anhanduí, na avenida Ernesto Geisel. São convênios com a Gimma Engenharia e Dreno Construções, que venceram anteriormente a licitação, por R$ 26,5 milhões.

Contudo, ainda é incerto o prazo de início da intervenção, de acordo com o secretário de Infraestrutura, Rudi Fiorese. Agora, o processo licitatório, bem como os contratos, serão encaminhados à Caixa Econômica Federal, responsável por liberar o dinheiro.

"É difícil dar um prazo para algo que não depende da gente (prefeitura). É uma fase deles agora", afirma.

Conforme a publicação do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), a Gimma Engenharia vai executar a revitalização nas avenida Ernesto Geisel entre a rua Santa Adélia e Abolição, com o custo de R$ 13,1 milhões.

Já a segunda empresa ficará responsável pela outra etapa, que contempla as ruas Bom Sucesso e Aquário. Esta parte custará R$ 13,4 milhões.

Em ambos contratos, o prazo que a prefeitura estipula é de 540 dias, cerca de 1 ano e cinco meses, contados a partir da assinatura do início da obra.

Ainda falta a contratualização de R$ 21.975.000,00, que completam o total de R$ 47 milhões pela obra. Em outubro, a prefeitura comunicou que a Dreno venceu a concorrência para esta etapa também. Esta parte refere-se à avenida Ernesto Geisel, entre a rua Abolição e Bom Sucesso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions