A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/02/2011 10:44

Corrida da paz reúne 3 mil pessoas em Campo Grande

Fabiano Arruda

Evento foi promovido pelo Exército

Público comparece ao Parque das Nações Indígenas para prestigiar o evento. (Foto: Fernando Dias)Público comparece ao Parque das Nações Indígenas para prestigiar o evento. (Foto: Fernando Dias)

Cerca de 3 mil pessoas, entre civis e militares, participaram, nesta manhã, da Corrida da Paz do CISM (Conselho Internacional do Esporte Militar). O percurso teve cinco quilômetros.

Segundo o tenente-coronel do CMO (Comando Militar do Oeste), Eduardo Calza, a corrida foi desenvolvida como a intenção de promover a paz e, por isso, não houve disputas por categorias nem premiação.

“É um evento maravilhoso, que reúne as famílias numa manhã bonita de domingo”, comentou o militar, do núcleo de Comunicação do CMO, explicando que o evento é realizado hoje de forma simultânea em diversos países

A prova teve início na Afonso Pena, em frente ao Parque das Nações Indígenas. Os corredores seguiram na avenida e viraram na Via Park. Em seguida, eles viraram à direita na rua Antônio Maria Coelho, entraram no Parque dos Poderes e, por fim, voltaram ao ponto de partida.

Os participantes que conseguiram completar o trajeto concorreram a cinco bicicletas, que foram sorteadas.

Militares de Ladário, da Base Aérea de Campo Grande e dos quarteis da Capital e alunos do Colégio Militar, prestigiaram o evento.

A organização da corrida ainda dispôs de barracas para atendimento médico dentro do Parque das Nações Indígenas. A estrutura também forneceu pontos de água, chuveiro e banheiros móveis.

Numa das barracas médicas, uma jovem recebia medicação com soro e glicose. Segundo os militares, o excesso de esforço e a alta temperatura foram as causas que levaram à moça ao atendimento.

“Nada grave, essa medicação é para hidratá-la. Daqui a pouco ela será liberada”, explicou um tenente.

Com a organização militar, caminhões do Exército e tanques também podiam ser vistos pelo público em frente ao Parque.

Participação - Flávio Bezerra, de 26 anos, comemorou ter chegado na segunda colocação. “Quis testar meu potencial na corrida e fiquei satisfeito”, diz o jovem, que pratica corrida há dois anos.

Já Marcos Medeiros, de 19 anos, chegou em 15º, elogiou a organização da corrida e comentou sobre algumas dificuldades que encontrou. “Correr debaixo de um sol forte exige muito, mas, fiquei satisfeito com meu desempenho”, afirmou ele, que participa de um grupo de corrida há dois anos.

Interdição - Por conta da corrida, policiais da Ciptran (Companhia Independente de Trânsito) fecharam a Afonso Pena, no sentido bairro-centro, no trecho que inicia no Parque dos Poderes e vai até próximo a Via Park.

O outro lado da pista foi dividido ao meio para que os veículos fizessem os dois sentidos, tanto para quem vai para o Parque dos Poderes, quanto para motoristas que se dirigem ao Centro.

Após o término do evento, o fluxo da via volta ao normal.



O rapaz, para de ficar reclamando e faz alguma coisa, quem correu pelo menos cuidou da saúde e teve uma atitude positiva. Então, levanta da frente do computador e vai fazer alguma coisa de útil. Parabéns a todos que participaram.
 
Adriano Lima em 21/02/2011 09:01:22
O evento esta aprovado, gostei muito, apesar do forte calor consegui completar bem a prova, mas eventos dessa natureza deveria acontecer e ter a divulgação necessária em todas as camadas, só assim conseguiremos incetivar os mais jovens a prática de esportes.
 
Valdir Silva em 21/02/2011 02:23:48
Que hipocrisia é essa???Corrida pela paz???Vamos olhar primeiramente na educação, saúde e segurança, que aliás é a mola mestra de todas as civilizalções.E os desmandos dos políticos que se elegem por causa da "impunidade parlamentar?E o aumento vergonhoso dos deputados??Vamos acordar pessoal!!!
 
joão carlos da silva em 20/02/2011 03:58:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions