A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

07/12/2018 22:06

Curso capacita 44 policiais municipais na mediação de conflitos escolares

Adriano Fernandes
Alunos e organizadores da capacitação durante a cerimônia de certificação desta sexta-feira. (Foto: André Bittar/Divulgação) Alunos e organizadores da capacitação durante a cerimônia de certificação desta sexta-feira. (Foto: André Bittar/Divulgação)

Uma capacitação formou nesta sexta-feira (07) no Cijus (Centro Integrado de Justiça) 44 policiais municipais de Campo Grande para atuarem de acordo com as diretrizes da justiça restaurativa que busca prevenir a violência e a criminalidade no contexto escolar, por meio de resolução de conflitos.

Na prática, significa usar menos a força e sim o diálogo na resolução e punição de conflitos, principalmente quando relacionados a adolescentes. “Esses servidores serão multiplicadores junto às escolas municipais, junto aos conselhos municipais de segurança, para levar essa mensagem, que é a resolução de conflitos de forma harmoniosa sem a necessidade da intervenção tanto do poder público, policia ou o judiciário”, comentou o secretário municipal de Segurança de Campo Grande, Valério Azambuja.

O curso aconteceu no período de 17 a 22 de setembro deste ano, no prédio do Centro Integrado de Justiça, mas a cerimônia de certificação foi hoje. O contexto de justiça restaurativa envolve a vítima, o ofensor e a comunidade na busca de soluções que promovam reparação, reconciliação e segurança, sem violência.

“Nesse resgate de valores pudemos perceber o quanto essa “nova lente” ajuda não só na função de facilitadores em círculos mas, como facilitadores em toda e qualquer relação interpessoal; quer seja em casa, quer seja no trabalho”, disse a policial municipal, Ana Paula Barreto em seu discurso durante a entrega de certificados para a turma concluinte do curso.

A capacitação foi promovida pela Coordenadoria da Infância e da Juventude de MS, em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social e a Secretaria Municipal de Educação.

Homem de 30 anos morre em hospital após ser espancado no centro
Anderson Gomes Martins, 30 anos, morreu ontem (24) na Santa Casa depois de ser espancado na região da antiga rodoviária, no centro de Campo Grande. O...
Dentistas são condenados a indenizar paciente em R$ 20 mil por negligência
Pai e filho, dentistas em Campo Grande, foram condenados pela 11ª Vara Cível a indenizar uma paciente em mais de R$ 20 mil por negligência em um impl...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions