ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  15    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Decreto de Olarte limita número de vendedores ambulantes em terminais

Por Edivaldo Bitencourt | 06/07/2015 15:32
Venda de alimentos dentro de terminal foi regulamentada, mas já era permitida (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Venda de alimentos dentro de terminal foi regulamentada, mas já era permitida (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Decreto do prefeito de Campo Grande, Gilmar Antunes Olarte (PP), publicado hoje no Diário Oficial do município, limita o número de vendedores ambulantes nos terminais de transbordo do transporte coletivo urbano. Ele regulamenta a Lei Complementar 225, de março do ano passado, que permite a exploração do serviço.

De acordo com a regulamentação, só será permitido três vendedores ambulantes por plataforma. Eles deverão pagar taxas, não ter antecedentes criminais e obter credencial na Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Olarte permite a venda de alimentos, roupas e artigos de utilidade doméstica. Os vendedores deverão trabalhar por turno e nos limites definidos pela agência. Segundo o decreto, quem trabalhar fora da área delimitada, que pode chegar a 1,2 metro quadrado, poderá ter a autorização cassada.

O vendedor também perde o direito de comercializar produtos se for flagrado fumando ou bebendo dentro dos terminais. Eles também não podem comercializar os pontos definidos pela Agetran.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário